41 milhões de viagens aéreas deixaram de ser realizadas nos EUA?



Uma prova de que o “caos aéreo” é mundial. De acordo com a Travel Industry Association (TIA), o forte sentimento de frustração em relação a viagens aéreas causou uma perda estimada de 41 milhões de viagens nos últimos 12 meses, a um custo de mais de 26 bilhões de dólares para a economia americana.


O estudo foi conduzido pelas firmas de pesquisas Peter D. Hart Research Associates e The Winston Group e demonstrou que esses viajantes estão pouco otimistas em relação a mudanças positivas nesse cenário – aproximadamente 50% disseram que o sistema de aviação civil provavelmente não mudará em um futuro próximo.


Roger Dow, Presidente e CEO da TIA, disse “… mais de 100.000 viajantes a cada dia estão votando com suas carteiras, ao escolher não viajar.”


E isso custa, simplesmente,



  • Mais de 9 bilhões em receita para as companhias aéreasion in revenue

  • Aproximdamente 6 bilhões para os hotéis

  • Mais de 3 bilhões para restaurantes

  • E mais de 4 bilhões de dólares em perdas de impostos para os governos federal, estadual e local

Descobertas adicionais do estudo:



  • 28% dos viajantes aéreos evitaram fazer pelo menos uma viagem no ano passado devido a problemas no processo

  • Nos últimos 12 meses, aproximadamente 112.000 viagens por dia foram evitadas, um total de 12 milhões de viagens de negócios e 29 milhões de viagens de lazer

  • Mais de 60%  acredita que o sistema de aviação civil está deteriorando

  • 33% de todos os viajantes aéreos estão insatisfeiros com o sistema, e 48% dos viajantes frequentes (5+ viagens por ano) estão insatisfeitos

  • 39% de todos os viajantes aéreos sentem que seu tempo não é respeitado pelo processo, e entre os viajantes frequentes esse número sobe para 51%.

  • Cerca de 50 de todos os viajantes aéreos não pensam que é provável que se consiga melhorar o sistema em um futuro próximo.