O canal para quem respira cliente.

6 dicas para as compras durante o Black Friday. Um livro grátis. E mais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Livro grátis: A Magia das Métricas no Marketing

O marketing mudou drasticamente nos últimos anos. Estamos vivendo a era do Big Data e das inovações nas técnicas de se comunicar e se relacionar com os consumidores.Com a profusão de canais e abordagens, somadas às diferentes formas de resposta, nunca foi tão exigido dos profissionais de marketing medir e acompanhar os retornos sobre os investimentos. Por isso, a ABEMD, em sua missão de levar informação de qualidade ao mercado, oferece gratuitamente o e-book “A Magia das Métricas no Marketing”, de Peter Rosenwald. Publicado pela Endeavor, uma organização voltada a apoiar empreendedores no Brasil,“A Magia das Métricas no Marketing” é uma coleção de 10 blogs escritos pelo autor e responde a uma série de perguntas cruciais para o bom desempenho das ações: Como determinar se meus projetos de marketing são mensuráveis? Como a metodologia de Marketing Direto pode ajudar a entender melhor seu cliente? Como entender as economias relativas entre obter um cliente e reter um cliente? Clique aqui e aproveite esta oportunidade de aperfeiçoar as técnicas de medir resultados e tirar o máximo proveito de seus investimentos em marketing.

Peter Rosenwald é americano e estudou na Universidade de Princeton, antes de fazer do Brasil sua casa oficial. Aqui, fundou e foi CEO da Wunderman Worldwide and Saatchi & Saatchi Direct Worldwide. Mais conhecido no Brasil como o homem que arquitetou as atividades de assinaturas e marketing direto do Grupo Abril, primeiro como consultor, depois – entre 1998 e 2002 – como Vice Presidente de Marketing Direto & da Abril Cultural, e fundador da Alphabase, o braço de base de dados para marketing da Abril, onde continua a atuar como consultor estratégico.

6 dicas para as compras durante o Black Friday

Thiago Sarraf, CEO da consultoria Dr. E-Commerce e associado especialista em e-commerce da APADi – Associação Paulista das Agências Digitais, apresenta algumas dicas para os consumidores ao participarem do Black Friday que acontece nesta sexta-feira, dia 29 de novembro. O Black Friday é o nome dado ao dia seguinte ao “Dia de Ação de Graças” dos EUA, uma das datas comemorativas mais importantes para o varejo americano,  pois antecipa as compras natalinas. Para evitar problemas, o especialista indica ao consumidor:1) Confira se o site possui o selo “Black Friday Legal 2013” da Camera-e.net. Segundo o especialista, uma boa dica para o Black Friday no Brasil é checar se o site possui o selo “Black Friday Legal 2013”, um código de ética que a Camera-e.net desenvolveu para os lojistas brasileiros. O selo pode ser conferido no link http://www.camara-e.net/blackfriday/. 2) Consulte as listas do Procon de sites não-recomendados e instale no Google Chrome o aplicativo “Lista Segura” (https://chrome.google.com/webstore/detail/lista-segura/fkpfhiinfnimfpldpljanohkbjjjeobi?hl=pt-BR). “Lista Segura” é uma extensão para o navegador Google Chrome,  que indica quais sites estão na relação de lojas eletrônicas que devem ser evitadas divulgada recentemente pelo Procon de São Paulo. Quando o internauta acessa algum site de compras que consta na lista de empresas com problemas na entrega de produtos, um ícone vermelho com um “x” aparece no lado direito da barra de endereços do navegador, alertando o consumidor. 3) Pesquise preços e confira oscilações das últimas semanas – Faça uma boa pesquisa de preços antes para saber se realmente aquele preço está com descontos. Alguns sites, como o shopping.uol.com.br e o buscapé oferecem informações sobre o histórico de preços e variações recentes. Veja um exemplo de comparação no link http://shopping.uol.com.br/tv-lg-47la6200-smart-3d-47-led_2542068.html#aba5. 4) Confira se o site possui contatos telefônicos disponíveis e endereço. Caso tenha problemas na entrega, precisará falar com a empresa. 5) Confira se há reclamações daquele e-commerce no Reclame Aqui (www.reclameaqui.com.br).  6) Lembre-se de verificar se o site é seguro para pagamentos, confira se há o selos de segurança como o e-bit e pagamentos usando meios de pagamento são algumas das maneiras de reduzir riscos de fraude durante as compras. Adnews

Aeroportos brasileiros devem ter wi-fi grátis antes da Copa

Preocupado com a Copa do Mundo, o governo determinou que todos os aeroportos administrados pela Infraero deverão oferecer wi-fi grátis antes da realização do evento, que acontece em junho do ano que vem. A determinação foi assinada nessa quarta-feira pelo ministro da Aviação Civil, Moreira Franco. A medida integra um pacote de iniciativas que pretendem melhorar o atendimento ao passageiro, entre elas o aumento do número de tomadas e a ampliação das áreas de alimentação para propor mais concorrência.  “Ali, o passageiro não tem mais escolha, não pode mais sair e procurar outros fornecedores. Então não podemos aceitar a cobrança de preços abusivos”, salienta Franco. As mudanças a serem feitas devem estar em linha com parâmetros internacionais, oferecendo mais serviços sobretudo nas áreas localizadas depois da passagem pelos aparelhos de detecção raio-X, quando o tempo de espera é maior. Em abril deste ano, a Infraero começou a disponibilizar acesso ilimitado nas salas de embarque dos aeroportos localizados nas cidades-sede da Copa. O serviço, no entanto, apresentou problemas de conexão e restrições de uso. Clique aqui para conferir a lista dos quase 70 aeroportos que devem ganhar wi-fi grátis. Olhar Digital

Mostra expõe bikes estilizadas em 31 subprefeituras de São Paulo

O Pedala São Paulo, movimento que tem a finalidade de incentivar a locomoção por bicicletas de maneira segura, promove a Expobike Pedala São Paulo até o dia 12 de dezembro. A população pode conferir a exposição gratuita de 31 bikes e seus respectivos bicicletários estilizados em praças, parques e estações de metrô da cidade. Nos moldes da CowParade e Mônica Parade, e espalhados pelas 31 subprefeituras de São Paulo após aprovação do projeto pela Lei Cidade Limpa, o objetivo da exposição é lembrar às pessoas que a bicicleta é um meio de transporte sustentável e alternativo ao trânsito. E os bicicletários móveis, utilizados para estacioná-la, propiciam maior locomoção por diferentes locais. Cada dupla (bike e bicicletário) está estilizada com pinturas no estilo grafite – street art, realizada por alunos da Universidade Anhanguera, dos cursos de Arquitetura, Moda, Publicidade e Propaganda e Produção Audiovisual. Além disso, os suportes oferecem o mapa da região onde estão localizados, junto às dicas de segurança para pedalar nas ruas da capital paulista. CicloVivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima