A semana que passou: o sucesso do leilão de aeroportos, o adeus de Slim…

linkedin showcase pages
LinkedIn lança suas Showcase Pages, certamente para concorrer com o Facebook no mercado B2B. Confira abaixo

Um ágio de 294% é do tipo indiscutível. Principalmente quando, até a véspera, “especialistas” anunciavam (torciam?) o “fracasso inevitável”. O fato é que o governo colocou em leilão os aeroportos do Galeão e Confins e obteve US$ 20,8 bilhões. Além disso, no caso do Galeão, a empresa que vai operá-lo, em consórcio com a Odebrecht, é a chinesa Cingapura Changi, que possui o aeroporto mais elogiados pelos usuários de todo o mundo.

Outra notícia importante (ou seria melhor dizer especulação?) é a possível aposentadoria de Carlos Slim. A Forbes trouxe a notícia de o mexicano reduziu sua participação no braço financeiro do grupo, a Inbursa, e estaria distribuindo outros negócios entre os herdeiros.

Adeus de fato deu a Nokia. Na terça, os acionistas da companhia europeia aprovaram a venda da unidade de celulares da empresa para a Microsoft por 7,3 bilhões de dólares. E, quase em um gesto simbólico, a empresa anunciou nessa semana que vai deixar sua sede em Espoo, na Finlândia. 

No campo do fast-food, os dois gigantes da área anunciaram mudanças. O Burger King, que tem 13 mil restaurantes no mundo, anunciou que iniciará operações na Índia. E também que fechou parceria com o Everstone Group. Já o McDonald´s resolveu mexer-se para enfrentar a crise interna: duas de suas lojas, visando público mais adulto, vai oferecer opções customizadas e serviços diferenciado.

Voltando ao Brasil, a Petrobras assinou um acordo com a Rolls-Royce no valor de 138 milhões de dólares. Em troca do dinheiro,a fabricante e distribuidora de sistemas de energia irá fornecer suporte às operações em alto mar da companhia brasileira. O contrato prevê a manutenção e reparo de equipamentos na Bacia de Campos.

No campo das mídias sociais, a novidade vem do LinkedIn que lançou suas Showcase Pages, que “permite às empresas destacarem aspectos diferentes de seus negócios e construir relacionamentos com as comunidades certas”.

Fontes: Luis Nassif Online, Forbes, Exame, Social Media Examiner