CUSTOMER EXPERIENCE



Na semana passada participei do CIC – Congresso Internacional de Clientes promovido pela Cliente SA e se fizermos uma pesquisa, podemos identificar que a frase mais ouvida e lida durante todo o encontro foi “Customer Experience“.


Muito se falou, muito se apresentou e muito se discutiu sobre este conceito, mas o mais importante para quem compareceu é como podemos aplicá-lo?Num mundo onde estes “seres sobrenaturais” conhecidos como consumidores estão cada vez mais EXIGENTES e as empresas por sua vez, cada vez mais querendo reduzir custos. Concorda com esta frase?


Infelizmente não foi só você que concordou! a “turma do financeiro” também! E esta é a maior barreira que as empresas enfrentam todo dia, o paradigma que atender clientes diferentes de forma diferente CUSTA CARO! Por mais que no início pareça que custa mais com a implantação de uma estratégia de clientes bem feita a curva inverte e com o tempo os lucros pagam os investimentos e sobra muito.


Agora que te dei motivos para convencer a “turma de Finanças“, vamos começar a pensar em como planejar esta mudança. O que leva seus consumidores á buscar e sua empresa há permitir uma verdadeira “Customer Experience“.




Se o modelo de atendimento adotado pela sua empresa conseguir sensibilizar pelo menos 1 dos 5 sentidos, você já tem um bom caminho andado, caso contrario provoque o famoso “workshop” com as pessoas que direta ou indiretamente se relacionam com seus clientes e busque algo, aproveite e pensem em alguma coisa que sensibilize pelo menos 3 sentidos.

Traduzindo:


1.       È visualmente interessante – vai chamar a atenção e provocar curiosidade?


2.       Seus clientes vão ouvi-los, para poder entenderem suas propostas?


3.       Sua proposta cheira bem! É honesta (na visão dos clientes)?


4.       Pode ser tocada (absorvida), testada nas mãos deles?


5.       Pode ser divulgada para outros clientes?Ou é exclusiva?


Faça o teste com o seu modelo de atendimento ou mesmo os seus produtos, depois conta pra nós o resultado!

 

IMPORTANTE – Faça-o pensando como cliente!

LEMBRE-SE que sua empresa não é a melhor nem a mais importante do mundo

CUIDADO com a famosa “MIOPIA”

ATE SEMANA QUE VEM!