China quer comprar grande fatia do Facebook. O Citi, também

A notícia vem do Business Insider, que ouviu sobre o interesse dos chineses de uma fonte de um fundo de investimentos. Esse fundo comprou ações de empregados do Facebook há algum tempo e teria sido procurado pelos chineses para ajudá-los a adquirir uma fatia grande o suficiente “para ser importante.”

Mas não é só a China que está interessada maior rede social do mundo, com quase 750 milhões de usuários.Uma segunda fonte do Business Insider, esta ligada a funcionários do Facebook, teria informado que o Citibank está tentando adquirir cerca de 1,2 bilhão de dólares em ações do Facebook, a pedido de dois fundos soberanos – um da China e outro do Oriente Médio. Essa informação teria sido confirmada por uma terceira fonte ligada ao Vale do Silício.

A notícia pode provocar apreensão em quem usa o Facebook. Afinal, tanto a China como os países do Oriente Médio não são exatamente paraísos da liberdade de expressão. A investida do Citi, em nome dos dois, pelo menos, não é tão expressiva. Embora 1 bilhão de dólares seja muito dinheiro, a quantia garantiria aos novos investidores uma fatia bem pequena da empresa de Mark Zuckerberg. Espera-se que o IPO do Facebook possa avaliar a empresa em cerca de 100 bilhões de dólares.

Fonte: Info