Confiança é o princípio básico do feedback

0
8



Olá Qualinauta!


 


Hoje vamos falar um pouco sobre feedback; mais especificamente sobre o aspecto da confiança, que diretamente faz com que ele seja efetivo ou não.


 


Se você já acompanhou algum curso de formação de monitores, deve ter percebido que a parte que trata do referido assunto é uma das mais delicadas no processo de capacitação. Isso porque existem técnicas e um certo “código de conduta” a ser seguido.


 


No processo de feedback, o monitor precisa se fundamentar para ser claro e objetivo na passagem da informação ao monitorado. Este, em contrapartida, precisa perceber que o feedback é algo estruturado e objetivo, sem qualquer interferência com questões pessoais.


 


Enquanto não houver uma relação de confiança entre monitor e monitorado, o efeito das palavras será pequeno ou nulo. Você, por exemplo, aceitaria as orientações ou dicas de uma pessoa em quem não confia?


 


Muitas pessoas pensam que “dar feedback” é fazer um “bate papo”, mas não é! Bater papo é para qualquer pessoa, mas “dar feedback” é para pessoas capacitadas e conscientes da importância desse recurso, não só para si mesmo, mas também para o seu colega de trabalho.


 


Até a próxima!