Congresso de comunicação móvel: tendência é a liderança

Em 2010, a
venda de smartphones ultrapassou a de computadores em todo o mundo. E, em 2011, o mercado de
aplicativos para dispositivos móveis como celulares e tablets deverá chegar a
US$ 4 bilhões. Esses e outros dados apresentados no GSMA World Congress, 
maior congresso da
indústria da comunicação móvel do mundo, realizado na semana passada em Barcelona, Espanha, demonstram que, mais do que crescimento, o setor caminha a passos largos para assumir a liderança na indústria da comunicação como um todo.


Juliano Pontes, diretor de
Novos Mercados da Aunica, esteve presente ao Congresso e destacou que “
o crescimento do
segmento mobile segue a passos largos, tanto em infraestrutura de operadoras, sistemas operacionais e soluções de desenvolvimento, quanto em
fabricantes de aparelhos móveis”. Para o executivo, 
um
dos destaques do evento foram os tablets, que se confirmam como uma
realidade para usuários e fabricantes. Só no terceiro trimestre 2010, foram
cerca de 4,5 milhões de aparelhos vendidos.

No
que se refere à publicidade em dispositivos móveis, a tendência é privilegiar as tecnologias que suportem
engajamento de usuários. “A geolocalização também foi identificada como uma
oportunidade infinita a ser explorada. É cada vez mais forte a ideia de que o
mobile deve ser tratado como canal no ponto de vista de anunciantes, e não mais
como estratégia de comunicação”, explica Pontes. 

Ele ressaltou que o intenso crescimento do uso da internet em celulares em todo o mundo e as
inúmeras possibilidades de exploração do mercado mobile exige que as empresas estejam preparadas para entregar sites em
dispositivos móveis com qualidade para seus clientes, parceiros e fornecedores. 

Na edição deste ano, a segunda em que executivos da Aunica participam, com a intenção de trazer para o Brasil as últimas novidades no mercado mobile, a GSMA registrou um aumento de 20% na média de participação de
executivos. Foram mais de 55 mil empresários que visitaram a feira.