O canal para quem respira cliente.

Dia da Criança: Lalau e a “Infância”

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin





Em homenagem ao Dia das Crianças, transcrevo um belo poema do Lalau, que nos transforma naquela criança que um dia já fomos…



 Infância   (Lalau)

Chutei bola na chuva,


Roubei laranja, banana,


Gioaba e uva,


Xinguei a professora,


Apanhei dos mais velhos,


Bati nos mais novos,


Quebrei dúzia de ovos,


Rachei a cabeça,


Cortei o dedo,


Tremi de medo,


Escorreguei na lama,


Fiz xixi na cama,


Soltei pipa,


Esfolei o joelho,


Criei um coelho,


Andei no mato,


Perdi um sapato,


Pesquei na represa,


Ganhei um presente,


Tive dor de dente,


Caí no muro,


Chorei no escuro,


Faltei na escola,


Descobri um tesouro,


Sonhei com besouro,


Libertei passarinho,


Fui uma história em quadrinho.

 


  

* Poema do livro “Bem-te-vi e outras poesias

de Lalau e Laurabeatriz

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima