Email marketing: pesquisa mostra que maturidade leva a melhores resultados

Segundo a Marketing Sherpa, uma empresa de pesquisa de Rhode Island especializada em determinar o que funciona (e o que não funciona!) em todos os aspectos do marketing, o grau de maturidade em relação ao email marketing de uma organização é definida pelos processos que utiliza para planejar, executar, medir e relatar seus programas.

Eles conduziram uma pesquisa (veja o chart no final deste post) com mais de 2.700 profissionais de marketing sobre os seus processos de email marketing. As respostas basicamente giraram em torno de duas questões: quão sistemáticas são as empresas em suas abordagem de email marketing e quais os protocolos usados pelos profissionais de email marketing mais experientes e com visão estratégica.

A pesquisa permitiu à Marketing Sherpa segmentar as organizações em três tipos, correspondentes a fases da abordagem do email marketing: Inicial, Transição e Estratégica.

  • Empresas na fase Inicial (Trial, no original) correspondem a 32% e não têm um processo ou rotinas em seus programas de email
  • Empresas na fase de Transição correspondem a 42% e têm processos informais que aplicam esporadicamente
  • Empresas na fase Estratégica correspondem a 26% e têm processos formais que são implementados rotineiramente

O objetivo dessa segmentação foi examinar as diferenças no desempenho do email marketing em cada fase de maturidade, demonstrando assim os benefícios da implantação de processos formais.

A pesquisa descobriu que a maioria dos processos estratégicos estavam voltados para construção e higienização das listas. Os profissionais na fase Estratégica definem essas atividades como a que melhor define o processo usado por sua organização em, respectivamente, 32% e 28%. A filosofia intuitiva de que “o dinheiro está na lista” pode ter influenciado na criação de processos que asseguram listas de qualidade e assinantes ativos.

A complexidade de atingir um público alvo com mensagens eficientes leva à necessidade de processos replicáveis na criação de conteúdo relevante e de conversações através de múltiplos canais de comunicação. Isso reflete-se nas duas areas que dominam a fase de Transição.

Os profissionais na fase Inicial, voltado a testar e otimizar o funil de vendas, têm uma grande oportunidade de crescimento. Ao implementar procedimentos de testes podem rapidamente aperfeiçoar a eficácia e a eficiência de uma programa de email.

Mais ainda: a otimização do email mnarketing pode gerar um grande impacto no pipeline de marketing e vendas e justificar assim o valor do canal para a empresa.