Energia solar que funciona no escuro – e ao alcance do bolso!

Cientistas do Lawrence Berkeley National Laboratory confirmaram na última
quarta-feira a criação de uma célula solar de alta eficiência que utiliza quase
todo o espectro da luz. Traduzindo, eles descobriram uma maneira de fazer painéis
de energia solar que gera eletricidade no escuro.

A grande novidade, mesmo, é que os custos de produção são baixos. Os métodos
testados até agora conseguiam produzir energia mas a um custo muito alto. Este
novo método utiliza nitreto de  arsenieto
de gálio que é muito similar a um semicondutor convencional, arsenieto de gálio,
e pode ser produzido com a deposição de vapor químico.

A descoberta do Lawrence Berkeley representa apenas um caminho para aumentar
a eficiência e baixar o custo de células solares. Na Ohio State University, uma
célula solar de espectro total também está em desenvolvimento e Stanford está
buscando uma nova tecnologia que evite o problema da perda de energia das
células solares devida à alta temperatura.

Fonte:
Greenwala.com