Fale mal, mas fale bem também!

Artigo de Ana Fontes, publicado originalmente no Elogieaki:

Como todos sabem a internet e as redes sociais se tornaram uma espécie de “trombone” do consumidor, onde todos podem falar certo ou errado, sobre tudo. 

Isto tem um papel fundamental no direito e defesa do consumidor, é inegávelmente uma ferramenta poderosa. Até porque muitas vezes é somente através destes canais que se consegue um contato mais efetivo. 

Porém, se o trombone existe para reclamar porque não usar a mesma ferramenta para agradecer ou reconhecer quando você teve seus direitos respeitados ? 

É obrigação ? Podemos até encarar que sim, mas se de fato acreditamos que as pessoas merecem ser reconhecidas, veremos de um ângulo diferente. 

Imagine do que são feitas as empresas? De pessoas também, como você, como eu. 

Ninguém acorda e pensa, hoje vou trabalhar e propositadamente farei tudo errado para prejudicar os clientes. É claro que não. 

As pessoas querem fazer certo, todos nós queremos, mas o mundo não é perfeito e devemos reconhecer que muitas vezes erramos, mesmo quando queremos acertar. 

O novo serviço que lançamos SAC de elogios, não tem nenhuma demagogia, estamos agindo como um bom jornalista que sempre olha os dois lados da história.

Oferecemos a oportunidade das empresas mostrarem que também tem clientes satisfeitos e que advogam pela marca ou pelo produto. Da mesma forma que os clientes podem falar abertamente quando se sentem não atendidos, eles também contam com um espaço onde podem falar bem. 

Lembrando que toda história tem dois lados, reclame quando achar necessário, mas elogie quando for bem atendido também!