Microsoft inicia revisão de seu marketing – 1,3 bilhão de dólares! E mais

Microsoft inicia revisão de sua verba de marketing, um negócio de 1,3 bilhão de dólares!

Investimentos em atividades de marketing diálogo vão crescer 5,5% em 2014, afirma diretor do Winterberry Group. Leia mais

De acordo com o Advertising Age, citando relatórios a que teve acesso, a Microsoft está trabalhando em uma revisão dos seus investimentos globais de marketing e pediu a vários grupos de agências, incluindo WPP, Publicis e Interpublic para montar equipes para concorrer em mídia, criação e digital. Ainda segundo o veículo especializado, a verba em publicidade e promoções que a Microsoft investiu em 2012 atingiu o montante de US$ 1,3 bilhão. Os fortes laços da Omnicom com a Apple são vistos um conflito potencial para a Publicis, pois as duas empresas estão em processo de fusão. Outro ponto importante, na visão do AdAge, é que a revisão ocorre meses após uma grande reorganização na empresa, iniciada por Steve Ballmer, que está deixando a Microsoft. O movimento criou o conceito One Microsoft, com o objetivo de desenvolver mais sinergia entre as marcas e organizar a empresa por funções como marketing e engenharia, e não por marca. “Vamos enxergar a nossa linha de produtos de forma holística, e não como um conjunto de ilhas”, disse Ballmer na época. O movimento criou um grupo de marketing centralizado e liderado por Tami Reller, CMO do Windows, e Mark Penn, um ex-assessor de Hillary Clinton, que renunciou a seu cargo na Burson-Marsteller para se juntar à Microsoft em um papel de top estrategista em 2012. Fonte: Advertising Age (via Portal Abemd)

Sagemcom lançou set-top box 4K para múltiplos dispositivos

A Sagemcom, líder europeia em diversos mercados de tecnologia, apresentou na semana passada sua  nova linha de set-top boxes Ultra HD com avançada redistribuição de conteúdo de vídeo e a mais nova geração de transmissão sem fio. As inovações permitem às operadoras de TV por assinatura oferecerem maior segurança e performance a seus assinantes, através de experiência de vídeo e imagem superiores. O produto foi exibido durante a CES 2014, evento que aconteceu em Las Vegas reunindo as últimas inovações no mercado tecnológico mundial. A nova plataforma Ultra HD da Sagemcom é capaz de fornecer imagens extremamente nítidas e em movimentos suaves, com uma resolução até quatro vezes maior do que o padrão para a alta definição. A plataforma suporta alta eficiência de codificação de vídeo (HEVC), permitindo assim que os operadores otimizem a largura de banda necessária para transmitir seu conteúdo. Também durante a CES, outra novidade apresentada pela Sagemcom foram os gateways de vídeo de próxima geração, que atuam como servidor de redistribuição de conteúdo de alta definição dentro de casa através da conexão com dispositivos como set-top boxes, tablets ou smartphones. A plataforma, alimentada por um chipset ARM e por software desenvolvido pela Sagemcom, oferece uma redistribuição de conteúdo altamente seguro graças à integração de uma solução completa de gerenciamento de CAS-to-DRM, que concede uma ótima proteção do patrimônio dos proprietários dos conteúdos. Mais informações sobre as soluções Sagemcom podem ser obtidas em www.sagemcom.com.br

Investimentos em marketing diálogo vão crescer em 2014, afirma especialista

Durante o almoço anual do Direct Marketing Club of New York, Bruce Biegel, senior managing director da consultoria de gestão Winteberry Group, disse a uma plateia extasiada que os investimentos com o marketing “direto e digital” vão aumentar cerca de 5,5% em 2014. Biegel também disse que sua empresa espera que os investimentos com anúncios digitais nos EUA atinjam 50,6 bilhões dólares em 2014, um aumento de 14% em relação a 2013. “A economia dos EUA deverá expandir-se e o PIB deverá aumentar 2,8% [de acordo com o JPMorgan]”, disse ele, acrescentando que as Olimpíadas [de inverno] deste ano irá conduzir algumas despesas de marketing. “No entanto, o crescimento do PIB não será suficiente para impulsionar um crescimento acelerado. Tudo está ok, mas o ritmo será lento”. Fonte: DM News (via Portal Abemd)

Estudo aponta por que tablets e smartphones devem ser tratados de forma diferente

De acordo com o novo IBM Benchmark Report, as experiências e os padrões de compra são consistentemente diferentes entre os usuários de smartphones e os de tablets. Os consumidores usam smartphones para navegar e pesquisar produtos, mas preferem os tablets para realmente fazerem as compras. Como resultado, os smartphones foram responsáveis por 19,7% de todo o tráfego no Cyber Monday e 24,9% de todo o tráfego no Black Friday. Mas representaram apenas metade da receita realizada via tablets. Eis alguns dados do estudo:

  • Em média, os usuários de tablets gastaram 126,30 dólares por encomenda – comparado com US$ 106,49 dos usuários de smartphones.
  • Os tablets realizaram o dobro da quantidade de vendas feitas pelos smartphones, 14,4 % contra 7,2%.
  • A taxa de conversão de sites de varejo dos EUA foi de 3,1 % na Cyber Monday  e 2,47% na Black Friday . No geral, as conversões foram 19,23 % maiores no Cyber Monday 2013 contra 2012.
  • A duração da sessão média de visitantes no Black Friday para sites de varejo dos EUA a partir de um dispositivo móvel foi de 5:39, e subiu para 5:52 no Cyber Monday .

Quando você quebra essas estatísticas por tipo de dispositivo, você pode ver a diferença de comportamento do usuário entre smartphones e tablets usuários. Por exemplo, apenas 1,4% do tráfego de consumidores que usaram smartphones no Black Friday 2013 foi convertido em vendas, enquanto os compradores que usaram tablets converteram em uma taxa muito mais elevada, 4,25 %. Com isso em mente, aconselha a IBM, repense sua estratégia mobile global para que ofertas e produtos apareçam da melhor forma em smartphones e em tablets. Certifique-se, por exemplo, de que você está aproveitando a tela maior dos tablets e o tempo que usuários de tablets estão gastando em seu site para aproveitar ao máximo a experiência de compra mobile. Fonte: Sitespect.com (via Portal Abemd)