O canal para quem respira cliente.

Mobile Marketing: consolidando o domínio ao alavancar o engajamento

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Com os smartphones cada vez mais utilizados como acesso n ° 1 dos consumidores à Internet, o celular está ganhando sofisticação como um canal de marketing viável. Com tecnologia avançada e atraente publicidade criativa, o marketing voltado para quem está em trânsito parece estar cumprindo sua promessa inicial. Até 2020, estima-se que a verba de anúncios para dispositivos móveis tenha atingido 65% de todos os orçamentos publicitários da Internet e 29% das verbas em todos os canais publicitários combinados, de acordo com um relatório da agência Zenith. Várias tendências estão surgindo como particularmente efetivas, como a capacidade do engajamento móvel para aperfeiçoar as análises, com base nos movimentos e hábitos dos indivíduos, o potencial do celular para oferecer uma experiência convincente e atraente para o cliente; e como um canal de marketing de conteúdo alternativo e mais interessante. É claro, por outro lado, que a essência do marketing móvel será sempre a capacidade de abordar clientes e prospects onde estão no espaço e no tempo. Fonte: DMNews

Instagram busca atrair marcas com novos anúncios clicáveis
O Instagram está atualmente em uma batalha feroz com o Snapchat pelo lucrativo mercado de comércio eletrônico. O mais recente passo foi dado pela plataforma de propriedade do Facebook com o lançamento de novos formatos de anúncios clicáveis, projetados para atrair mais marcas para o site de compartilhamento de fotos e vídeos. O Instagram já começou a fundir vídeos e catálogos de produtos para permitir que os membros adquiram produtos retratados sem a necessidade de deixar o ecossistema Instagram. Chamados de “collection”, esses estrearam primeiro no Facebook, com bastante sucesso, o que incentivou o gigante das redes sociais a levar o experimento para o Instagram. As primeiras marcas a aderirem foram de moda e beleza, Birchbox e Revolve, ansiosas para atingir uma parcela dos 200 milhões de pessoas que são orientadas para a moda na plataforma. Fonte: The Drum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima