O esmartifoni deu pobrema

0
12



Os serviços de telefonia, os quais foram responsáveis pela primeira grande onda na implantação do CRM, não precisam de muitas análises para serem reconhecidos como  daqueles que mais têm evoluido e se sofisticado. A convergência fez do telefone celular um computador pessoal com capacidade de comunicação por voz e dados fantástico. O smartphone. A complexidade do serviço é, naturalmente, muito grande. E quando não funciona e a gente liga para a central de atendimento seria natural que o “outro lado” estivesse preparado. De novo é o mesmo drama e a mesma impaciência. O problema é sempre do usuário. Quando insiste, é porque ” não está sabendo usar o esmartifoni, senhor”.  O serviço oferecido pela minha operadora funciona corretamente menos de 2/3 do dia. Um nível se serviço sofrível mas eu pago a tarifa integral. O marketing diz que o sinal é de qualidade. E eu sou somente um sujeito de meia idade que provavelmente tem problemas com a tecnologia segundo um agente outro dia me deu a entender. “O senhor esta tendo dificuldades com o aparelho, ele é complicado mesmo. Já perguntou ao seu filho. Ele deve saber”. Meu filho nem usa essas sofisticações. Quem gosta de gadget ou “porrinhola” como um amigo o denominou outro dia, sou eu. Ele não entende nada disso.  O serviço é que não funciona. Mas é vendido como se funcionasse. Cobrado e pago da mesma forma.  Depois dizem que conhecem o cliente. Vocês não acham que serviços sofisticados e caros como estes merecem uma equipe de atendimento mais preparada e paciente?  E o que acham do conhecimento sobre o cliente? Será que existe algum?

 

Eu acho que existe. Mas só para vender. Depois que vendeu… azar o seu!  Tadinho do CRM. 

1 COMMENT

  1. Serviços de atendimento sem preparo não é novidade nenhuma. Ontem estive num Hipermercado na Gde SP e TODOS os funcionários com quem me relacionei (com excessão de um Chefe de Sessão) foram total e absolutamente incompetentes no trato com o cliente.

  2. Continuando…
    O responsável pela sessão de perfumaria não conhecia uma marca de talco super comum no mercado. Me perguntou se era de uso adulto ou infantil; eu disse “os dois” e ele não conseguiu processar esta resposta. Literalmente travou!

  3. Continuando…
    Outra funcionária, carimbava os Cupons Fiscais de quem saía da loja. Ao ser questionada a razão disso, ela ousou dizer: “Porque esse é o meu trabalho”. Ah sim, agora está tudo claro. Também, o que podemos esperar de uma “Carimbadora”?


  4. A Caixa, solicitava o RG de quem pagava com C. Crédito, e não tinha a menor idéia do porquê disso. E na saída do Hiper, vemos em letras garrafais: “Volte Sempre, foi muito bom, …” Ou é piada ou pensam que somos tão estúpidos quanto eles.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Previous articleOs desafios dos clientes dos novos tempos
Next articleAs celebridades não conhecem o pobrema do esmartifoni….