Onde aperta o calo???

0
3



Fazer o que gosta e gostar do que faz! 

 

A escolha de uma profissão é o primeiro desafio de todo adolescente e o persegue durante toda sua vida, poucos são os profissionais que encontram seu destino logo no inicio.

 

Nós sabemos que gostaríamos de ter o dinheiro, as vitórias e os prazeres primeiro e todo o trabalho poderia vir depois

 

Calma ele vai chegar, mas vamos entender como!

Só te peço um favor Não desista antes de pelo menos tentar – COM VONTADE!

 


 

O primeiro conselho dado pelos mais experientes é:

Fazer o que gosta ou gostar do que faz!!

 

Mas, nenhuma empresa paga profissional para fazer o que os funcionários gostam, justamente por isso pagam salários para compensar o fato de que trabalhar é chato.


Mesmo que você ache que gosta de algo no início de uma carreira, continuar a gostar da mesma coisa 30 anos depois não é tão fácil assim.

Os gostos mudam com a expriência e o conhecimento de outras atividades.

 
Outro dia recebi de um amigo leitor um texto que diz:

 

“…O “ócio criativo”, o sonho brasileiro de receber um salário para “fazer o que se gosta”, somente é alcançado por alguns professores de filosofia que podem ler o que gostam em tempo integral.

Nós, a grande maioria dos mortais, terá que trabalhar em algo que não necessariamente gostamos, mas que precisará ser feito. Algo que a sociedade demanda…”

“…A saída é aprender a gostar do que você faz, em vez de gastar anos a fio mudando de profissão até achar o que você gosta. E isto é mais fácil do que você pensa. Basta fazer o seu trabalho com esmero, um trabalho super bem feito. Curta o prazer da excelência, o prazer estético da qualidade e da perfeição…”

 

Se você ainda não sabe como gostar do que faz, vou lhe dar umas dicas 


 

1. Procure nas suas atividades algo que goste de fazer – por pior que seja seu trabalho tenho certeza que tem ações e iniciativas que lhe trazem prazer,

 

2. Coloque sua criatividade para funcionar e procure identificar o que você poderia fazer para que os resultados fossem ainda melhores do que os atuais,

 

3. Converse com seus pares e seu gestor, discuta as ideias de melhoria e implemente-as.

 

Agora que descobriu a forma de fazer o que gosta ou gostar do que faz, ficou mais fácil atacar o desconforto com ações e atividades que não gosta de fazer.

 

As dicas serão as mesmas:

 

1. Procure nas suas atividades algo que NÃO goste de fazer  e utilizando o seu raciocínio analítico procure primeiro entender o porque elas precisam ser realizadas,

 

 

2. Coloque sua criatividade para funcionar e procure identificar o que você poderia fazer diferente para que os resultados fossem ainda melhores do que os atuais,

 

 

3. Converse com seus pares e seu gestor, discuta as ideias de melhoria e implemente-as

 

Quando se conseguem vitórias pessoais seu gosto pelo que faz se torna quase um “orgasmo” e acredite – vicia!

 

Mesmo que pense que já esta velho demais para mudar

 


 

Mas lembre-se sempre:

 

“O mundo é um mar de oportunidades, mas você precisa saber nadar”

(mesmo que não goste de agua rsrsrsrs)

 

Abraços

@mfmazza