O canal para quem respira cliente.

Os culpados de Santa Maria

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin


Uma grande tragédia: as mortes de mais de 200 jovens em uma casa noturna em Santa Maria, RS. A sede de justiça é o que está movendo a mídia e os familiares, direta e indiretamente envolvidos, nesta situação não comum. Nessas horas, parece que ao encontrar os culpados, há uma sensação de diminuição da dor coletiva oriunda desta catástrofe sem tamanho. É apenas uma sensação, mas já é alguma coisa para se apegar e para nos dizer que nem tudo está perdido. Mas quem são os culpados de fato? No meu humilde entendimento, todos.


Para mim, são culpados: 

  • Os donos do estabelecimento por manterem um local inapropriado para receber a quantidade de pessoas que recebeu;
  • O corpo de bombeiros por limitar sua visão de cuidado com a vida humana apenas à burocracia de alvarás e regras;
  • A prefeitura por não saber como fiscalizar estabelecimentos com eficiência e eficácia;
  • Os músicos da banda que foram irresponsáveis em relação ao entretenimento que queriam proporcionar;
  • A sociedade que apenas se comove com as tragédias e somente reage a situações de conflito, contribuindo pouco para ajudar de forma preventiva. Nesta lista entram também: fornecedores da boate, mídia, familiares dos donos etc; 
  • A comunidade do entorno que estava apenas preocupada com seu sossego e não com vidas humanas;
  • Os usuários: os que morreram e os que não morreram, por não saberem avaliar riscos a priori pensando apenas nos prazeres, delegando para outros sua segurança;
  • E eu, que estou aqui escrevendo este texto, e nunca me importei em fiscalizar e denunciar nenhuma casa noturna que oferecesse qualquer risco de morte para qualquer pessoa.

Entendo que os culpados são todos aqueles que se omitiram e se omitem a cada dia diante das tragédias anunciadas que estão em nosso entorno. Desde quando você vê uma pessoa bebendo no bar/restaurante e pegando o carro em seguida e não faz nada. Passando por saber que sua empresa sonega impostos e humilha funcionários e você continua não fazendo nada. Até chegar ao ponto de você pensar apenas em se dar bem e desenvolver uma mentalidade predadora em que o que importa são os prazeres individuais, em que o mundo é apenas uma fonte de recursos a ser explorada.

Morreram mais de 200 pessoas nessa tragédia. Uma tristeza. Morrem 40.000 por ano em acidentes de carro, ou seja, o equivalente a 200 boates Kiss. Uma catástrofe. Morrem 70.000 em homicídios, ou seja, 350 boates Kiss. Uma epidemia.

Os efeitos desta tragédia de Santa Maria para as famílias são extremamente tristes. Os efeitos para a humanidade – de todas as mortes por estupidez das pessoas – são  incomensuráveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima