Pares vs Influenciadores – parte III



Finalmente, estou podendo começar a cumprir minha promessa, feita mais de um mês atrás: discutir os conceitos dos livros The Tipping Point, do Malcolm Gladwell, e Six Degrees, do Duncan Watts. Começar apenas, claro, pois só recebi o segundo livro este final de semana.

 

O livro do Gladwell é fantástico. Seu conteúdo é muito mais rico do que o artigo do MediaPost deixava transparecer. Ele levanta algumas hipóteses extremamente interessantes, e as enriquece com estudos práticos, sobre o que chama “social epidemics”, epidemias sociais, ou seja, o fato de algumas idéias terem repentinamente uma difusão extraordinária. O principal ponto do livro é que busca demonstrar que essa difusão não se faz uniformemente; em algum ponto, ela chega a um “tipping point”, ponto de inflexão, e multiplica-se aceleradamente, ou desaparece.

 

E esse ponto de inflexão tem sua origem a partir de três variáveis: 1 – a lei dos poucos, 2 – o fator colagem (stickiness), e 3 – o poder do contexto.

 

Vou falar sobre cada uma dessas variáveis em próximos posts.