Preferências no email marketing precisam evoluir



Ainda ecos do Email Insider Summit. Ficou claro que o email como ferramenta de comunicação vai bem obrigado. Estudos publicados recentemente por DoubleClick, ExactTarget e Habeas comprovam que os consumidores sentem-se mais confortáveis do que invadidos ao receberem ofertas por email. Eles inclusive preferem email a outros canais, como celular, por exemplo.


 


Em resumo, email é a tecnologia estabelecida para mensagens digitais. Mas estão surgindo novos meios, fragmentando o espaço do marketing direto digital, como o próprio email fragmentou o marketing direto tradicional.


 


Como dizia o poeta, é preciso estar atento e forte. No Summit, foi feito uma pesquisa e, adivinhem! As pessoas são diferentes. Identificou-se um grupo de adolescentes que ainda hoje preferem escrever cartas e cartões físicos para família e amigos. Em compensação, há idosos que só usam mensagens de texto nos celulares.


 


Seja como for, uma coisa é certa: precisamos ouvir mais o que os clientes dizem. Seguir as orientações deles, para fazer com que se sintam cada vez mais confortáveis com nossas comunicações. Opt-in? Não basta, você precisa estar em uma “friend list” do consumidor. Enviar a mensagem pelo canal que você considera mais adequado? Não basta, a mensagem tem que estar adequada a esse canal. Freqüência e conteúdo têm também que ser adequados a cada consumidor, a cada pessoa.