Quer comprar uma agência online? A Microsoft está vendendo uma.



Baratinho, baratinho. Coisa de 3,5 bilhões de dólares. Pelo menos, é essa quantia que a Microsoft quer pela Avenue A/Razorfish.


 


Mas adianto que vai ser difícil encontrar quem pague. No momento, segundo o Advertising Age, a MS retomou as conversas com a WPP, mas mesmo este gigantesco conglomerado vale, juntando todas as suas redes, 10,9 bilhões de dólares. Vai ser difícil convencer os executivos da WPP a pagarem os desejados 3,5 bilhões.


 


Segundo experts do mercado, se pegarmos a receita que a Avenue A/Razorfish gerou entre 10 de agosto de 2007, data da aquisição, e 30 de junho de 2008, encerramento do ano fiscal, que foi de US$ 345 milhões, calcularmos 20%, que é tipicamente o EBITDA de uma agência digital, e multiplicarmos por 8 a 10 vezes, chegaremos a um valor que seria próximo ao justo – 800 milhões de dólares. Uma pequena diferença, mas quem está contando?


 


O problema é que a Microsoft se viu obrigada a pagar 5,9 bilhões de dólares pela aQuantive, número 2 em distribuição de anúncios online, depois que Google adquiriu a número 1, DoubleClick, por 3,1 bilhões de dólares. Antes que você ache que eu pirei (eu garanto que não), ou que os executivos da MS piraram (isso eu não posso garantir), explico que tiveram de pagar toda aquela fábula, porque tiveram que levar todos os negócios da aQuantive, os dois que queriam, Atlas e DrivePM, e também o que não queriam, AvenueA/Razorfish, que aliás respondia por 60% da receita da aQuantive. E, agora, não sabe o que fazer com a empresa.


 


WPP seria uma boa solução, porque o grupo cometeu um erro parecido algum tempo antes, ao adquirir a 24/7 Real Media. O problema é o preço. Vamos ver como evolui isso.