Submarino, Shoptime e Americanas.com: o que está por trás da crise atual

A empresa B2W Companhia Global do Varejo, dona do
Submarino, Shoptime e Americanas.com, foi punida pelo Procon nesta
quinta-feira (10) pelo seu não cumprimento dos prazos na entrega dos
produtos. Proibida de efetuar qualquer tipo de vendas durante 72 horas
no estado de São Paulo e tendo que pagar uma multa de 1,7 milhões
pela reincidência nesse problema, o assunto tomou conta das redes
sociais. O número das críticas realizadas por clientes e até
ex-funcionários só vem aumentando a cada minuto.

Acredito que o problema da B2W seja a realidade das muitas
empresas brasileiras que estão se aventurando no mercado digital de
maneira pouco estruturada. Uma empresa que vende através da internet
precisa estar preparada para tratar demandas exponenciais. Tudo é em
larga escala. Quando olhamos para o mercado das pequenas e médias
empresas a situação se agrava ainda mais, pois existem alguns
empresários que acreditam que irão ter sucesso simplesmente montando o
site da loja virtual, deixando de atuar nos outros pilares do
e-commerce. Ledo engano
“, analisa o especialista Alexandre De Vita, fund ador e CEO da Mídia Logic, empresa de e-commerce com sede em Joinville (SC).

Segundo Vita, “Os projetos para web possuem um alto nível de
complexidade a ser tratado, e por isso é fundamental obter a orientação
de especialistas
“. Idealizador da metodologia dos 04 pilares do e-commerce (Plataforma, Meios de Pagamento, Logística e Divulgação), ressalta que o mercado do e-commerce
é muito atrativo e pode proporcionar rápido crescimento aos negócios em
pouco tempo, gerando um caos na gestão, se os projetos não forem bem
estruturados e a partir do planejamento estratégico, integrar os
ambientes online e offline. 

De acordo com o Procon, os sites em questão tiveram forte aumento no
número de queixas, com crescimento de 246% do número de casos relatados.
O volume saltou de 1.479 atendimentos no segundo semestre de 2010 para
3.635 atendimentos até o primeiro semestre de 2011. No fim de abril, a
Americanas.com foi proibida de vender no Estado do Rio de Janeiro,
devido às inúmeras reclamações de consumidores registradas em sites como
o Reclame Aqui.

Percebemos que, tanto a Americanas.com, o Shoptime quanto o
Submarino são empresas que possuem muita agressividade nas estratégias
de marketing, e parecem pouco focadas na capacidade de suprir essas
demandas geradas. Através dos 04 pilares, conseguimos trabalhar na
situação como um todo, desde o planejamento estratégico até a
terceirização total da operação, integrando os 4 pilares à estrutura do
cliente e principalmente com as necessidades dos consumidores
“, completa Vita. 

Fonte: BrandPress