Estoques – Não sobrar, nem faltar – Como parar de perder $$

 

Parcerias, a palavra esta muito desgastada, mas a proposta pode ser positiva

Come pela gestão dos estoques

 

 

A grande maioria dos clientes e consumidores sentem-se (comercialmente) como um dos Porquinhos da história, por acreditarem-se pequenos e indefesos frente ao Lobo Mau (fornecedores) e temem que quando mais o Lobo Mau (fornecedores) souber a seu respeito, maior será o poder exercido por ele sobre o pobre e frágil porquinho.

 

Resultado: relacionamento totalmente fechado (casa de tijolos) e uma constante luta por informações “privilegiadas”, (Haja bafo!).

 

Esta “síndrome” passa a ser a maior barreira na implantação de qualquer estratégia de relacionamentos. Porém deixando os maus fornecedores e maus clientes de lado (não pense que os clientes são santos, mesmo você sendo um),
 

Peço que você analise comigo a cadeia de alimentação – PRODUTOS HORTÍCOLAS. 

 

FORNECEDORES DE INSUMOS // PRODUTORES AGRÍCOLAS // ATACADISTAS // SUPERMERCADOS // CONSUMIDORES

 

– Quem nesta cadeia esta mais preocupado com o sucesso dos produtores agrícolas?
 
Os atacadistas que compram as verduras produzidas por ele ou os fornecedores de insumos agrícolas que vendem seus produtos para eles?
 
– Quer saber como fica mais fácil responder?
 
– Quem na cadeia esta mais preocupado que o outro elo tenha sucesso ou lucro?
 

– Quem será o maior prejudicado se nosso produtor agrícola quebrar e não pagar seus compromissos?

 
Resposta: FORNECEDORES.
 
Muita gente poderia pensar na parceria entre o atacadista e o produtor, afinal do que seria a vida do atacadista se não existisse o produtor para que ele “esfolar até o osso“? 
 
Cada centavo que o atacadista conseguir tirar do produtor é um a mais que engordará sua margem de lucro (é como entregar ao Lobo a tarefa de cuidar do rebanho de ovelhas).
 
Outros poderiam pensar A dona de casa (consumidora) – será que ela esta preocupada com a justa remuneração do árduo trabalho realizado pelos produtores rurais? 
Nem um pouco o que importa é comida na mesa e barata, o produtor que se exploda ou mais politicamente correto: 
 
…ema, ema, ema, cada um com os seus problemas…
 

A analogia nos permite poder analisar o que pode estar acontecendo entre sua empresa e seus fornecedores e que se não formar verdadeiras alianças o futuro será muito difícil.

 

Quando uma empresa fornecedora ajudar seu distribuidor a tomar melhores atitudes e ter melhores resultados, começa a ter uma parceria de Mao dupla.

 

Tenho trabalhado em implementações de uma ferramenta chamada VMI (Vender Managment INVENTORY) onde os distribuidores dao visualização de seus estoques aos fornecedores

E permitem a gestão do “consumo on line”de seus produtos

 

Podendo juntos trabalhar o maior ponto de dor no comercio:

Gestão dos estoques para evitar sobras ou faltas de produtos,

Ajudando em muito reduzir os custos operacionais e deixando cada vez mais saudável o Capital de Giro.

 

 

 

Abraços amigos

Ö mundo e um mar de oportunidades mas voce precisa saber nadar!

 

www.mfmazza.com