Clique e visite a landing do Congresso ClienteSA 2022

O canal para quem respira cliente.

Baterias, em breve, podem ser substituídas por sensores alimentados por ondas de rádio

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Pesquisadores revelaram uma nova antena baseada em metasuperfície que pode coletar energia de ondas de rádio. Em um desenvolvimento separado, os físicos também criaram um circuito para capturar energia do grafeno para criar outra fonte de energia sem bateria. Ambos os avanços podem em breve substituir a tecnologia de bateria tradicional por sensores movidos a rádio ou grafeno para dispositivos de baixa potência até 2027.

Os testes

Há algum tempo, os pesquisadores tentam colher energia das ondas de rádio. À medida que mais dispositivos fornecem frequências de rádio através de Bluetooth, redes celulares e Wi-Fi, agora há um excesso de emissões eletromagnéticas a serem coletadas. A nova antena de metamaterial pode coletar até 100 microwatts de energia de ondas de rádio a até 100 metros de distância. Enquanto isso, físicos no Arkansas conseguiram criar um circuito que poderia capturar o movimento térmico do grafeno para convertê-lo em corrente elétrica. A corrente pode fornecer energia de baixa tensão para pequenos dispositivos e sensores.

O futuro

Esses avanços podem reduzir custos e melhorar a eficiência de sensores domésticos inteligentes usados ​​em termostatos, luzes ativadas por movimento ou detectores de monóxido de carbono e alarmes de incêndio. O próximo passo de ambas as equipes é miniaturizar sua tecnologia, seja para padronizar uma pastilha de silício ou encaixar em um alarme de incêndio. Ambas as invenções significam que, no futuro, mais dispositivos atualmente alimentados por baterias ou fios provavelmente serão substituídos por sensores. Menos baterias serão criadas para dispositivos menores, enquanto dispositivos com baterias serão recarregáveis ​​pelo ar. Tudo, desde dispositivos vestíveis, câmeras de segurança e painéis de LED, em breve poderá ser alimentado por sua conexão Wi-Fi ou 5G.

[YouExec]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima