Cervejas Budweiser e Corona chegarão de “blockchain”

Projeto inovador rastreará toda cadeia de suprimento de cervejas na Europa utilizando uma “blockchain”.

Em breve, a AB InBev lançará um projeto para rastrear cervejas usando blockchain, ou melhor, uma DLT. Isso permitirá ao consumidor visualizar toda a cadeia de abastecimento dos principais ingredientes que compõem essas bebidas alcoólicas.

Neste caso, a cevada será rastreada. Imprescindível para o processamento da cerveja, o projeto envolverá principalmente fazendas, que utilizarão ferramentas inovadoras para o rastreamento da safra. Posteriormente, seu destino será rastreado até o destino onde a cevada será processada.

O projeto piloto envolverá vários países como França, Alemanha e Reino Unido, e em sua forma final permitirá que a cerveja tenha um código QR exclusivo que será anexado diretamente à garrafa, para que o usuário possa ver  toda a cadeia de abastecimento.

A primeira cerveja a ter este código QR será a Leffe. O projeto será lançado na França no próximo ano, envolvendo a Antuérpia na Bélgica e as cervejarias Stella Artois e Corona em Leuven.

Transparência da cerveja na blockchain

O projeto da AB InBev tornará toda a cadeia de fornecimento de cerveja transparente para o consumidor final pela primeira vez na Europa, conforme explicado pelo CIO da AB InBev, Pieter Bruyland:

“Pela primeira vez em nossas operações europeias, este projeto criará uma rede de fornecimento indireto totalmente transparente até o consumidor final. Ao conectar os participantes de toda a cadeia de fornecimento de cerveja – desde fazendeiros, cooperativas de malte, cervejarias, armazéns e transportadores – a uma plataforma descentralizada e segura, podemos aumentar a rastreabilidade e reunir dados que nos ajudarão a continuar a cultivar os melhores ingredientes para nossas cervejas de forma sustentável ” .

O autor da matéria alerta, porém, que não se trata de um blockchain real, mas de uma DLT, e para ser mais preciso, a da SettleMint.

É, portanto, um livro-razão centralizado e, portanto, sujeito a censura.

[webitcoin]