Marcas B2B mais otimistas que as B2C em relação ao trabalho remoto

Maioria dos executivos dessas empresas acreditam que podem facilitar o trabalho remoto
Cerca de 51% dos profissionais de marketing business-to-business, em comparação com 34% de seus parceiros de consumo, afirmam que sua empresa é capaz de facilitar o trabalho remoto, afirma pesquisa da consultoria Econsultancy. Além disso, 42% dos profissionais de marketing B2B acreditam que seus negócios não serão afetados negativamente pelo trabalho remoto, em comparação com 27% dos profissionais de marketing entre empresas e consumidores. Fonte: Marketing Wee


Estudo: cresce tolerância a anúncios em streaming TV

Um estudo da Integral Ad Science diz que 55% dos consumidores querem assistir vídeos gratuitos, ou seja, bancados por publicidade, no próximo ano e esse crescimento também ocorre para os serviços de streaming TV, atualmente pagos e sem anúncios. “Com os consumidores indicando que estão chegando ao limite máximo de assinaturas de streaming pagas, o conteúdo suportado por anúncios será mais procurado do que nunca, dando aos anunciantes uma oportunidade real de alcançar os principais clientes”, diz Tony Marlow, diretor de marketing da IAS. Fonte: BroadcastingCable

Toyota pretende usar IA para prever tomadas de decisões por seres humanos
A Toyota quer descobrir como ajudar as pessoas a ter um melhor desempenho. Uma nova iniciativa para desenvolver ferramentas de inteligência artificial está sendo lançada pelo Toyota Research Institute (TRI). A Machine Assisted Cognition (MAC) , visa criar e demonstrar ferramentas de IA que podem entender e prever o comportamento humano no contexto da tomada de decisão. “Um pilar fundamental do TRI é explorar ´o que vem a seguir´ para a Toyota, e a MAC é outra maneira de o TRI aplicar sua experiência em IA para ajudar os seres humanos a ter um melhor desempenho”, afirma Eric Krotkov, diretor de ciências do TRI. “Nossa visão é criar um sistema de amplificação [da experiencia] humana para a Toyota, onde pessoas e máquinas trabalhem em sinergia para fazer melhores previsões e tomarem melhores decisões de negócios, mais rapidamente”. Franziska Bell, ex-chefe de ciência de dados de plataforma da Uber, foi contratada para gerenciar o programa. Fonte: MediaPost AI&IoT Daily