5 dicas práticas para proteger seu Android

0
5

Por: Eric Lieb Em 22/01/2020

Photo by Nahel Abdul Hadi on Unsplash

Você acha que está seguro e não terá seu telefone hackeado?

Pense melhor: até  Jeff Bezos, CEO da Amazon (sim, “aquela” Amazon) foi hackeado. A historia está aqui.

Se você tem algum dado sensível em seu telefone (banco, dados da empresa, informações confidenciais), repense se o que você está levando no bolso é seguro.

Não abra nenhum anexo em seu telefone. Isso mesmo, nada de anexos de pessoas que você não confia. Ou mesmo quem você confia. Ela pode ter sido hackeada.

A quantidade de invasões e hacks feitos nos celulares está aumentando significamente, mostrando que os bandidos não querem mais o seu PC, e sim as informações do seu telefone!

Mas como o Jeff Bezos, um mamute da industria, foi hackeado? Em 2018, ele recebeu uma mensagem de uma conta que pertencia ao príncipe da coroa da Arábia Saudita, que continha código malicioso. 

Foi aí que os bandidos conseguiram acessar os dados do telefone de Bezos, segundo aos analistas contratados para investigar o caso.

Quando eles tentaram confirmar a origem do Hack, ele foi ameaçado de enviar fotos e textos privados na mídia do “National Inquirer”.

Mas porque o telefone do Sr Bezos? Porque ele é o dono do jornal Washington Post, que estava veiculando uma série de notícias sobre o assassinato de um jornalista / escritor por agentes Sauditas em 2018. Isso era para pressionar o jornal a parar de noticiar esse assunto.

Ainda assim a embaixada da Arábia Saudita em Washington respondeu a tal acusação como “absurda”.

E como me proteger?

Aqui vão 5 passos simples para se proteger

  1. Se você tem muitas informações confidenciais, separe e use outro telefone. Um telefone que muda de número com frequência se torna mais difícil para um ataque direcionado.

  2. Não abra anexos que vem em formatos menos conhecidos. Abra apenas fotos (GIF ou JPG), documentos “fechados” (PDF ou TIF). Não abra excel, word, ou qualquer coisa que tenha um nome que você não conhece.

  3. Se precisa de informações sensíveis, não armazene no telefone. Parece um retrocesso, mas é melhor correr para um PC que está protegido para abrir um anexo, do que ter que falar para todo mundo que o seu telefone foi hackeado.

  4. No caso do Whatsapp, ative a autenticação de 2 passos (“TFA”). No seu APP: App > Configurações > Conta > Confirmação em duas etapas > Ativar.

  5.  Se alguém falar que vai te mandar um código para autenticar, não informe jamais o mesmo por telefone! Eles estão aplicando um golpe em muita gente. 

Tem uma história pra contar? Escreve aqui nos comentários!


Eric Lieb é coach, empreendedor, mentor. Apaixonado por tecnologia digital, atuou desde o início da internet no Brasil como executivo em empresas de TI e telecom e como consultor. É co-autor de livro sobre Atendimento nas Mídias Sociais.  Empreendedor serial, atualmente é executivo da Digaa Telecom.