Final da decada: roubaram meus dados!

0
4

Fim da década: O que aconteceu com meus dados pessoais?

Por: Eric Lieb Em 26/12/2019


Photo by Moose Photos from Pexels


Já estamos no final da década, e aproveito aqui para escrever um pouco sobre uma das notícias mais preocupantes que vimos acontecer nesses 9 anos e pouco…


Estou me referindo as quebras de sigilo dos dados de grandes empresas e governos. Foi tão grande o prejuízo que já expôs fotos privadas de celebridades, dados confidenciais e secretos de governos, e ameaçou redes inteiras, incluindo elétricas. 


Isso custa caro?


Numa estatística do governo norte-americano, cada invasão custou mais de USD 4 milhões aos cofres da empresa / governo, conforme o caso. Cada uma dessas ocorrências expôs bilhões de registros, entre eles:


3B da Yahoo (2014)

143M da Equifax (2017) (onde sua subsidiária brasileira chama-se 

500M da rede hotéis Marriott (2018) – incluindo os dados dos cartões de crédito de seus clientes.


Cada vez que uma invasão acontece, a entidade afetada primeiro trata de identificar a veracidade. Muitas vezes alguém já havia identificado o problema, avisado, mas ninguém tomou as devidas providências. Até que em um dado momento, há a necessidade de aceitar que os dados foram acessados indevidamente, e ao perceber quais dados foram afetados, comunicar aos clientes e ao mercado. Isso tem afetado até as ações de empresas públicas.


E o consumidor continua usando a mesma senha do facebook para seu banco. parece que ninguém acordou para esse risco. Os casos de estragos feitos por mentes criativas para o mal é imenso: roubam sua senha, entram no banco, transferem fundos, pedem dinheiro emprestado fazendo se passar por outra pessoa, e até criam documentos clonados. Essa última prática continua firme, então se alguém te mandar uma senha via whatsapp para que você informe de volta, cancele, e bloqueie. estão querendo te hackear!

Como resolver essa situação?

Uma das grandes iniciativas dos países literados no mundo da internet (sim, o Brasil é um deles!) é a LGPD (lei geral da proteção de dados), ou GDPR em inglês. É um conjunto de regras que estão sendo implantadas pelos governos, na maioria iniciando sua validade em 2020. Isso está criando um alvoroço nas empresas, pois as adaptações a seus sistemas são grandes, e a política de transparência em relação ao uso dos seus dados que foram coletados, e das penalidades no caso de não cumprimento são enormes.


Será que estamos no caminho certo para acabar com a privacidade de uma vez? Ou ainda há alguns de nós que queremos ter privacidade, e estamos lutando bravamente para isso?


Eric Lieb é coach, empreendedor, mentor. Apaixonado por tecnologia digital, atuou desde o início da internet no Brasil como executivo em empresas de TI e telecom e como consultor. É co-autor de livro sobre Atendimento nas Mídias Sociais.  Empreendedor serial, atualmente é executivo da Digaa Telecom.