ABT vai a Porto Alegre mostrar as iniciativas do setor de call center

0
2

A diretoria da Associação Brasileira de Telemarketing (ABT) viaja nesta quarta-feira de São Paulo a Porto Alegre para audiência com o vereador Juarez Pinheiro (PT), autor da lei que regula ligações de telemarketing na capital gaúcha, com deputados da Comissão de Serviços Públicos da Assembléia Legislativa e com dirigentes da Federasul (Federação das Associações Comerciais do RS). A agenda de viagem inclui também uma entrevista coletiva, na quinta-feira, às 14h30, para apresentar as iniciativas do setor na geração e manutenção de empregos e de negócios.
“A ABT quer mostrar aos políticos e aos consumidores o que tem sido feito para coibir o telemarketing abusivo e para incentivar a economia. Já temos um código de ética em vigor e vamos criar uma ouvidoria”, explica Topázio Silveira Neto, presidente da associação. “Queremos encontrar um denominador comum com o Poder Público, para evitar a perda de empregos”.
Segundo a última pesquisa do setor, feita pela ABT em 2001, o volume estimado de transações apoiadas por serviços de telemarketing chegou a R$ 67,4 bilhões, com participação de 6,3% no PIB. O negócio de contact center emprega, diretamente, cerca de meio milhão de pessoas no Brasil, crescendo na contramão da crise econômica. “O setor é, atualmente, um dos principais canais de entrada de jovens no mercado de trabalho”, aponta Silveira Neto.
Depois de Porto Alegre, a diretoria da entidade pretende seguir para outras capitais brasileiras, como Salvador e Brasília. A iniciativa conta com o apoio do Sintratel, o sindicato dos trabalhadores de telemarketing.