Aracaju é só o começo

0
2



De olho nas oportunidades de crescimento no Brasil, a Almaviva anunciou, recentemente, a abertura de um site na cidade de Aracaju, capital do Estado de Sergipe. Localizado no Bairro Industrial, o prédio está em fase final de reforma para inauguração agora em março. “A nova unidade é mais um passo na expansão da Almaviva no País, que a cada ano conquista mais espaço e relevância no disputado mercado brasileiro”, revela Roberto Ribeiro, diretor geral comercial da Almaviva, em entrevista exclusiva. E essa deve ser só a primeira cartada da empresa na região. A empresa está, neste momento, realizando um grande estudo sócio demográfico para definir a estratégia de crescimento na região, segundo o executivo. “Mas ainda sem uma definição formal de onde será a próxima unidade”, pontua.

 

Com 6.500m2, o site será inaugurado com 1.500 posições de atendimento sendo ainda capaz de crescer em mais 300 PAs. Além disso, possuirá um amplo centro de capacitação para receber até 900 pessoas por dia e um espaço para descompressão, convivência e área de alimentação, segundo Ribeiro. Inicialmente, a unidade contará com 800 vagas de trabalho. Em junho de 2013, a empresa projeta chegar ao número de 2,3 mil vagas e, até o final deste ano, a 4 mil empregos gerados na região.

 

O executivo conta que a escolha por Aracaju se deu por ser uma cidade com mais de 580 mil habitantes e que chega a 1,2 milhões de habitantes considerando a região metropolitana. “Por ser um local que ainda não possuía empresas de contactcenter, tornou-se um excelente mercado a ser explorado, dado que existe mão de obra disponível e com boa qualificação para o setor”, revela. Ribeiro acrescenta o relacionamento formal com os representantes do Estado e da Prefeitura, “que foram muito produtivos para que houvesse o lançamento dessa unidade na cidade”.