Arsesp cobra AES Eletropaulo

0
2



Hoje (19), o secretário de Energia José Aníbal, em entrevista coletiva, informou que a Arsesp, Agência Reguladora de Saneamento e Energia, elaborou um pedido de esclarecimentos para a AES Eletropaulo sobre os problemas com as recentes interrupções no fornecimento de energia na cidade de São Paulo. O maior problema foi que o call center ficou inoperante por cerca de seis horas. “Eles jogaram essa responsabilidade para a Tivit, empresa que faz a manutenção do atendimento. Para o consumidor isso não importa. O que importa é ter ficado numa situação de total desatenção, sem ter como falar sobre a interrupção no fornecimento de energia”, disse.

 

A empresa terá que responder obrigatoriamente em 24 horas. Após receber as respostas da concessionária, a Arsesp deverá divulgar as multas a serem aplicadas, compatíveis com a gravidade do evento, por meio de um Termo de Notificação. De acordo com os prazos legais, a concessionária tem 15 dias para elaborar e encaminhar sua defesa. As fortes tempestades da última quinta-feira (14) afetaram cerca de 50 mil unidades consumidoras, sobretudo nas regiões oeste e sul da capital. Segundo a concessionária responsável, AES Eletropaulo, o abastecimento de energia foi normalizado em 60% dos casos em até 12 horas depois.