Avaliação da cultura organizacional

0
3
Autor: Thiago Gonçalves
Muito se ouve falar sobre cultura organizacional, mas ainda são poucos os empresários que param para avaliar a eficiência e os benefícios dela para a sua equipe e, consequentemente, para os seus negócios. Ela deve ser muito bem pensada e estruturada desde o início porque é quem vai ajudar a guiar alguns processos dentro da organização e será um ponto importante para atrair e engajar os profissionais que você considera peças-chave para a sua companhia.
Mas, antes de falar de sua importância, é essencial entendermos o seu conceito. A cultura organizacional é o conjunto de valores e atitudes compartilhadas pela empresa e seus stakeholders. Princípios e estratégias são inerentes a cada modelo de negócio e devem se manifestar por meio dos valores, práticas, padrões e regulamentos da organização. Eles podem ter múltiplas origens, embora, em geral, seja algo que parte de seus fundadores e líderes.
Resumindo, a cultura é a “cola” social da organização; transmite sentido de identidade para os seus membros; e é um importante mecanismo que guia e forma as atitudes e comportamento dos funcionários.
Toda empresa já nasce com uma cultura organizacional, mesmo sem ser planejada inicialmente, pois os empreendedores acabam carregando o seu próprio jeito de ser para os negócios. Mas a importância de uma construção inteligente é muito grande, pois influenciará no modo como o seu negócio será percebido por seus públicos interno e externo.
Por isso é preciso comunicá-la da melhor forma, pois a partir do momento em que colaboradores, parceiros e funcionários se identificam com a organização e seus valores, ficam mais comprometidos com a mesma, e passam a acreditar em algo maior do que o aspecto financeiro e podem enxergar que fazem parte de algo realmente importante.
Atrair e manter uma equipe qualificada não é uma tarefa fácil, mas é crucial para o desenvolvimento e sucesso de um negócio. E, para isso, uma cultura adequada é aquela que está alinhada aos interesses e valores da empresa e, que ao mesmo tempo, geram um grande grau de satisfação e engajamento de seus colaboradores.
É possível moldar, com o tempo, a cultura organizacional para que haja melhorias no ambiente interno, corrigindo problemas que possam estar causando insatisfação dos colaboradores, prejudicando a produtividade dos mesmos e os resultados da organização. Mas como avaliar se ela está sendo eficiente?
1. Identifique os pontos positivos. Pense nos principais valores e objetivos que você gostaria que fizessem realmente parte de sua cultura organizacional. Desenvolva modelos dos comportamentos e ações desejadas.
2. Invista na formação dos gestores: Eles serão os principais propagadores da sua cultura organizacional. É preciso investir em líderes que saberão motivar e reconhecer suas equipes e possam despertar o engajamento dos colaboradores.
3. Identifique os valores assumidos: Selecione grupos para entrevistas e questione-os sobre o que fazem e porque fazem, assim poderá saber identificar se estão alinhados com os seus objetivos e valores.
4. Faça pesquisas no mercado: Busque referências do que as empresas que você tem como exemplo estão fazendo para reter os seu melhores talentos. As redes sociais são hoje ótimas ferramentas para atualização profissional e trazem vários grupos de discussão.
5. Faça pesquisas com o seu público interno: Atualmente, existem diversas ferramentas que podem ajudá-lo a elaborar pesquisas rápidas e pontuais para que entenda melhor a percepção e recepção da cultura atual por seus colaboradores.
6. Invista em ferramentas reconhecimento descentralizado: Dê às pessoas o espaço adequado para reconhecer os seus pares pelos comportamentos positivos relacionados à cultura da organização. Esta é uma importante iniciativa para garantir que os valores não sejam apenas um quadro na entrada do escritório, mas, acima de tudo, uma ferramenta que permitirá identificar e reconhecer aqueles que contribuem diariamente na construção de sua cultura e de seu negócio.
Thiago Gonçalves é country manager da GoIntegro.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOs desafios das telcos
Próximo artigoEstratégias de varejo na AL