Cai número de reclamações contra Telefônica

0
1



Um dos principais objetivos da Telefônica para 2010 é ter o melhor ano em crescimento de acessos em banda larga, disse seu presidente Antônio Carlos Valente. Ele aposta nos investimentos feitos, no ano passado, para melhorar a segurança e a qualidade dos serviços, que chegaram a ser suspensos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por quase dois meses, depois de várias panes no sistema.

 

Levantamento feito pela empresa mostra uma redução de 50% nas chamadas feitas pelos clientes para o call center, de março para dezembro do ano passado. Em março, a central de atendimento recebeu 6,6 milhões de ligações e, em dezembro, caiu para 3,3 milhões. “Uma queda de 3 milhões nas chamadas significa que as medidas deram resultado”, afirmou.

 

Os números de reclamações contra a empresa na Anatel, segundo Valente, tiveram uma queda ainda maior, de 66%, no mesmo período. Em março de 2009, a Telefônica recebeu 38,6 mil queixas, contra 13 mil queixas em dezembro. Nos Procons de São Paulo, as reclamações caíram de 2,9 mil, em março, para 600 queixas em dezembro.

 

O teste para a melhora nos serviços, segundo Valente, foram as chuvas que vêm afetando São Paulo desde o fim do ano passado. “Tivemos aumento no número de acidentes, como queda de árvores, mas não tivemos nenhuma falha”, explica.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTmkt oferece 1100 vagas
Próximo artigoEspaço aberto para os leitores