Call espera dobrar faturamento em 2006

0
1


A brasiliense Call, provedora de serviços de contact center, que há poucos meses desembarcou em São Paulo e deve chegar ao nordeste até o fim deste ano, vem se consolidando no mercado nacional e suas projeções são bastante otimistas. A expectativa para 2006 é mais que dobrar o faturamento, superando a taxa média anual, que gira em torno de 50%.

De acordo com Ruy Trida, diretor comercial da Call, esse crescimento expressivo é resultado de uma estratégia que se baseia na simplificação e na transparência de todos os processos. “Mostramos a realidade das operações, interagindo com os clientes para encontrar as melhores respostas e entregar o que ele necessita, dentro do prazo. Assim, nos tornamos uma alternativa aos grandes callcenters”, comenta.

Além disso, a parceria sólida com fornecedores de tecnologia garante flexibilidade e disponibilidade, reduzindo o ´downtime´ a índices próximos a zero. A empresa possui mais de 1500 PA’s (Posições de Atendimento), das quais 500 estão instaladas em clientes e cerca de 1000 nas três instalações da empresa – uma em São Paulo e duas em Brasília, que tem capacidade para atender mais de 5 milhões de chamadas, inclusive de clientes com representação nacional.

Tecnologia – Fundada em 2002, a Call desde o início implantou plataformas NGC e soluções EasyCall da Dígitro – fabricante brasileiras de soluções de telecomunicações para ambiente corporativo, operadoras e provedores de serviços -, que se tornou um parceiro estratégico da empresa. Para se ter uma idéia, somente com as soluções Dígitro, a Call atende mais de 2 milhões de ligações mensais, em clientes importantes, inclusive na esfera do Governo Federal. “As aplicações da Dígitro estão presentes em PA’s que atendem a alguns órgãos e empresas do Governo do Distrito Federal, contando com vários recursos do aplicativo para callcenter Dígitro EasyCall, como URA e gravação e, ainda, soluções robustas para atendimento bancário”, explica Ruy.

Ainda segundo o executivo, estrategicamente, o crescimento da Call está atrelado à capacidade de incremento operacional e a valores intangíveis. Neste sentido, além da alta tecnologia, a relação com a Dígitro se fundamenta no sentimento de parceria. “O diferencial está no atendimento e em atitudes como o cumprimento de prazos, disponibilidade, confiabilidade das soluções, assistência técnica e no entendimento do nosso negócio, que permite saber quais são as reais necessidades. Isso nos permite prover segurança aos nossos clientes e, assim, continuar impulsionando os negócios”, avalia.

A Dígitro tem trabalhado em conjunto com a Call no sentido de oferecer serviços avançados de contact center de grande capacidade e preços muito competitivos. Suas soluções foram importantes para garantir a continuidade de crescimento e manutenção dos níveis de excelência no atendimento. Marco Da Ré, gerente da Regional Dígitro Centro-Oeste, explica que os recursos da família Dígitro NGC provêem o respaldo que a Call precisa para atender todas as necessidades de seus clientes, integrando voz, dados e gerenciamento avançado. “Nossa interação com a Call se dá na análise aprofundada do cliente, avaliando suas necessidades de integração de voz e dados, o que vai ao encontro da estratégia da Call de entregar o que o cliente precisa, dentro do prazo”, explica.