CBCC anuncia faturamento e previsões do mercado

0
6




A CBCC – Companhia Brasileira de Contact Center – anunciou faturamento de R$ 50 milhões neste primeiro semestre e espera dobrar este número até o final do ano. A agência, que iniciou suas atividades no mercado de call center em 2000 como Telecentral Teletrim e, em janeiro deste ano adotou a marca CBCC, tem sites em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília.




De acordo com o diretor-presidente, Antonio Carlos Cruz, o mercado de call center deve crescer 8% este ano, contrariando as expectativas de 15%. “Esta retração no crescimento deve acontecer pela incertezas políticas e economicas que estão ocorrendo no País. Mas, o setor ainda tem muito o que crescer, considerando que o brasileiro tem ainda a necessidade de contato humano para o atendimento”, argumenta o diretor referindo aos processos de atendimento por URA. As projeções da empresa para o mercado são de 12% de crescimento para 2003, e 15% para 2004. “A penetração da telefonia e as facilidades da internet são fatores que nos permitem esta visão”.




O investimento para este ano na CBCC é de R$ 13,5 milhões, dos quais R$ 11,5 milhões destinados a tecnologia. Há dois meses, a empresa implantou a plataforma da Avaya para operações de Voz sobre IP. “A utilização da tecnologia Voz sobre IP pode representar de 20% a 30% de redução dos custos, dependendo da operação.




Hoje, a CBCC oferece serviços a 34 clientes, opera 3.300 posições de atendimento e mantém 5.100 funcionários. Para o treinamento de seus agentes, mensalmente são ministrados 30 mil horas de treinamento. O turnover da empresa apresenta um índice de 2,5% ao ano. “A qualidade dos serviços está fortemente ligado à qualificação dos operadores. É necessário oferecer serviços com atendimento cada vez mais especializado nos negócios do cliente”, avalia.