CorpFlex reformula identidade visual

0
2
A CorpFlex está com uma nova identidade visual para alinhar a comunicação ao seu posicionamento estratégico. “Decidimos evoluir nosso logo, slogan e  website para comunicar aos clientes, colaboradores, prospects, parceiros e fornecedores o nosso posicionamento”, afirma Marcos Andrade, CMO da CorpFlex. Segundo o executivo, desde 2014 a empresa não reformulava a comunicação e a identidade visual já não refletia a imagem que a companhia queria passar ao mercado. “Nesses últimos dois anos, a empresa cresceu, o mercado mudou, amadureceu, realizamos novos investimos. Chegou o momento de comunicar ao mercado essa evolução”, completa.
O processo de construção visual da nova logomarca que será replicada em todos os canais e materiais de comunicação da empresa levou alguns meses para ser concluído e envolveu pesquisa de percepção de imagem com os diversos públicos com quem a CorpFlex se relaciona. O resultado pode ser comprovado pelas cores quentes e vibrantes, contrapondo com linhas mais leves e arredondadas da nova logomarca. “A imagem que acompanha o nome da empresa agora traduz os valores que a CorpFlex  construiu ao longo da sua trajetória de 24 anos de existência: segurança, proximidade, inovação e flexibilidade”, explica Andrade. O logotipo também ganhou novo slogan, simplificando a mensagem sobre os objetivos de mercado da empresa: “A Cloud do seu negócio em boas mãos”, completa.
A partir de maio, a nova identidade visual, alinhada ao posicionamento estratégico, passa a ser incorporada em todas as plataformas de comunicação da empresa. O novo website também traz várias mudanças, entre as quais maior interatividade com públicos segmentados e linguagem mais direcionada às verticais de atuação. Andrade explica que além do conteúdo mais relevante e visual mais simples e moderno, o novo site apresenta as informações sobre os serviços prestados organizadas por tipos de tecnologias. “Dessa forma, a navegação se torna mais ágil e objetiva. A meta é facilitar a tomada de decisão para a geração de negócios”, comenta.