CPM anuncia estrutura com cinco unidades de negócios

0
0

A CPM, integradora de sistemas, apresentou hoje nova estrutura de trabalho em suas unidades, identidade visual, posicionamento de marketing e o resultado das alterações realizadas desde o ano passado, quando passou a ter 51% de sua estrutura acionária pertencentes ao fundo de investidores internacionais Deutsche Bank Capital Partners e os 49% restantes ao Bradesco.

A razão para essa nova divisão acionária está relacionada à necessidade de investimentos para acompanhar o mercado, e a IT Partners agrega solidez financeira aos nossos negócios, comentou o presidente da CPM, Antonio Carlos Rego Gil.

Ele estima que a área de tecnologia da informação deva expandir 15% ao ano, mas prevê para a empresa crescimento de 30%. A CPM é integradora independente, isso é, não está atrelada a uma empresa de desenvolvimento e sim a um leque de parceiros, permitindo integração de acordo com as necessidades da companhia que prestamos serviço, afirma.

A CPM anunciou que passa a operar com cinco unidades distintas de negócios: info-estrutura, serviços profissionais, sistemas aplicativos, e-business e business intelligence.

Para a área de marketing, a novidade é que começa a veicular amanhã, em jornais e revistas, a campanha Quem não pode errar chama a CPM. O objetivo é mostrar o verdadeiro porte da empresa. Realizamos pesquisas com nossos clientes e constatamos que conheciam apenas fragmentos da CPM, agora queremos mostrá-la de corpo inteiro, esclarece a diretora de marketing, Sandra Guerra.