Crescimento comedido

0
1

Pelo décimo ano a consultoria IDC Brasil acompanhou as vendas e evolução tecnológica do mercado de equipamentos de redes de telecomunicações no país. Tal monitoramento – série Brazil Enterprise Networks, que a partir do início de 2004 passou a ser feito trimestamente e agregou uma nova metodologia de dimensionamento do mercado de LAN switches, a ampliação da cobertura de WLAN, e uma análise detalhada sobre como usuários e canais atualmente enxergam o segmento, inclui os equipamentos de redes LAN e WAN, WAN switches, servidores de acesso remoto (RAS), roteadores e telefonia IP. De acordo com a IDC, o mercado brasileiro desses equipamentos movimentou R$1,36 bilhão ao longo de 2003, um crescimento próximo de 3% sobre o montante arrecadado em 2002.

De forma geral, a previsão é que esse mercado continue apresentando crescimento comedido durante os próximos cinco anos, principalmente quanto à movimentação financeira obtida pelos fabricantes de equipamentos de roteadores, WAN switches e RAS, que são mercados mais amadurecidos, por exemplo.

“Algumas características sintomáticas, como intensa guerra de preços, saturação de mercado, renovação recente de base instalada, retirada de linhas de produtos do mercado e competição agressiva por renovação de contratos mostram que o futuro dos segmentos de mercado mais amadurecidos já não apresenta potencial para justificar um crescimento de mercado acima da casa dos dois dígitos no Brasil pelo menos até 2008”, justifica José Roberto Mavignier, analista sênior de telecomunicações da consultoria.

Apesar do maior do consumo ainda ser proveniente das grandes empresas (pelo critério da IDC acima de 500 funcionários), a análise ao longo dos anos de acompanhamento do mercado aponta para uma significativa evolução de uso pelas médias e pequenas empresas. Para ser ter uma idéia, as médias empresas (de 100 a 499 funcionários) foram responsáveis por 33,2% da receita, enquanto as pequenas empresas (com menos de 100 funcionários) responderam por 8,8% do total movimentado pelo mercado brasileiro em 2003.

Em 2004, a IDC observou o mercado de LAN switches continuar em expansão, principalmente nos segmentos mais comoditizados e com preços em queda, onde equipamentos mais baratos e, muitas vezes, de proveniência asiática, têm sido responsáveis pelo crescimento do mercado.

Os segmentos de WLAN e telefonia IP devem continuar a ter aumento significativo de vendas no Brasil, com destaque nos segmentos de equipamentos de PABX IP puros e telefones IP. “Estes produtos vêem apresentando altas taxas de crescimento, uma vez que estão com queda nos preços, além do fato de cada vez mais estourarem projetos de renovação de base instalada e de infra-estrutura de novos sites”, analisa Mavignier.

Os segmentos de equipamentos ópticos, switches de storage e dispositivos de segurança ainda são bastante embrionários no Brasil, porém, segundo o estudo, já começam a aparecer alguns vestígios de crescimento, principalmente com o aumento da demanda por datacenters e por armazenagem e segurança de informações em redes privadas de grandes empresas brasileiras.