CSU comemora vitória na licitação da Anatel

0
2

Quem acabou sendo declarada vencedora pela Anatel, para gerenciar a central de atendimento da agência – foi a CSU Cadsystem S/A, que, na verdade, havia ficado em terceiro lugar. Com as desclassificações da Atento (primeiro lugar) e da ACS Algar (segunda), a empresa paulista que atua há nove anos no mercado será a responsável pelo atendimento a usuários do 0800-33-2001 da Anatel, serviço que pode ser acessado de qualquer lugar do País, durante 24 horas. No entanto, a CSU terá de esperar a homologação do resultado por parte do presidente da Anatel, Renato Guerreiro, prevista para ainda esta semana.

A homologação é um rito burocrático necessário para que seja feita a análise de recursos contra o processo licitatório. Dez empresas já anunciaram que irão impetrar recursos nos próximos três dias. Se os pedidos forem rejeitados pela Anatel, a CSU será convocada para a assinatura do contrato no valor de R$ 7,015 milhões por ano, com chances de renovação por mais cinco. O prazo para pôr o serviço em operação é de 25 dias.

Inicialmente, a empresa contratada irá operar 30 posições de atendimento (PAs) disponíveis atualmente. O diretor-executivo, Wellington Longo, garante que a CSU está apta a executar a tarefa, se vier a se homologada, e colocar em operação uma centena de PAs, no mínimo. A Anatel exige limite máximo de 10 segundos para que a chamada do usuário seja completada e tempo médio de 180 segundos para o atendimento. A média diária de atendimento no callcenter da agência é atualmente de 14 mil chamadas telefônicas e 110 consultas por meios eletrônicos.

O processo de licitação teve início, em Brasília, às 9h00 de ontem (06/02) com o credenciamento de 14 empresas – no total, 30 haviam adquirido o edital. À tarde, o trio finalista já era conhecido. A Atento, que ofereceu R$ 6,75 milhões, venceu, mas foi inabilitada por insuficiência de documentos, enquanto a ACS, que apresentou oferta de R$ 6,68 milhões, foi impedida após vistoria de documentos.