O canal para quem respira cliente.

Dedic desenvolve trabalho voluntário

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin


A parceria entre a Dedic, empresa de contact center do Grupo Portugal Telecom, e o Instituto Pró-Queimados vem gerando bons resultados para a instituição. Há cerca de um ano, a Dedic assumiu voluntariamente o atendimento telefônico às vítimas de queimaduras.

Por meio do telefone 0800 7077575, pessoas que acabaram de se queimar podem obter informações de primeiros-socorros e indicação de hospitais localizados próximos à sua residência para o pronto-atedimento. O objetivo é oferecer aos queimados e a seus familiares um serviço rápido e eficaz que evite maiores seqüelas aos acidentados. Além disso, a Central também orienta pessoas em fase de recuperação de queimaduras e fornece informações para prevenção de acidentes.

O gerente da Central de Atendimento do Instituto Pró-Queimados, na Dedic, José Roberto Carreiro, informa que são atendidas, em média, dez ligações diárias de pessoas que acabaram de se queimar. Segundo Carreiro, em 70% dos casos, os acidentes ocorrem em casa, na maior parte das vezes na cozinha. Quanto à faixa etária, crianças de 0 a 14 anos representam 26% dos casos e são as maiores vítimas. Jovens de até 25 anos e adultos de até 35 representam juntos cerca de 44% dos feridos. Os idosos com mais de 56 anos são mais prudentes e somam 9%. “Os números deixam claro que o trabalho de prevenção é fundamental”, completa Carreiro.

Como funciona o serviço – No caso de pessoas que acabaram de se queimar, a equipe da Dedic é orientada a fornecer informações sobre os primeiros socorros, como por exemplo deixar a queimadura sob água corrente e colocar pano limpo no local. Após isso, o operador procura um hospital próximo à residência e indica ao ferido.

Para pessoas em fase de recuperação que procuram ao atendimento, são fornecidas informações sobre os serviços oferecidos pelo Instituto, tais como fisioterapia, fonoaudiologia ou serviços terapêuticos. Além disso, a Central aplica um questionário com o objetivo de colher o maior número possível de informações a respeito do acidente, para que o Instituto possa elaborar novas medidas preventivas.

Segundo Miguel Cui, presidente da Dedic, “a parceria com o Instituto Pró-Queimados é um importante desafio, que exige extrema sensibilidade, preparo e segurança de toda equipe envolvida, além de ser uma grande honra, pois se trata de um trabalho comprometido com a saúde e segurança da população”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima