Depois de 60 anos, a Vierling chega ao Brasil

0
4

Nunca o mercado nacional foi tão visto, nos últimos anos, com tanto interesse por empresas dos continentes europeu e asiático, principalmente por aquelas especializadas em alta tecnologia de soluções de dados e telecomunicações. Comprovando este interesse, temos a chegada recente ao País da sexagenária empresa alemã Vierling, fundada em 1941 e que nos últimos 14 anos dedica-se à área de solução em comunicação rápida entre redes fixas e móveis GSM. Das novidades a serem apresentadas, a multinacional com a sua parceira brasileira, a T-Services, estão anunciando o lançamento do VTMe, cujo benefício é a redução de custo de telefonia.


“No ramo de Tecnologia de Informação (TI), o Brasil vem crescendo surpreendentemente a cada ano e nosso produto se aplica muito bem neste mercado competitivo”, analisa Frank Dietze, representante internacional da Vierling, empresa que nos últimos 14 anos está se dedicando na área de solução em comunicações móveis. A multinacional alemã, segundo ele, espera ter boa aceitação de seus produtos junto aos clientes brasileiros. Ela tem como propósito abastecer o mercado corporativo que envolve as empresas de grande porte, bem como as médias e pequenas também. “Daremos ao cliente todo o suporte por intermédio da T-Services, com as implantações de nossos produtos nas instalações da empresas, nos treinamentos, trocas de placas e manutenção coletiva”, adianta.

Segundo Chris-Oliver Lamster, diretor geral da T-Services, empresa distribuidora de serviços para o Mercosul, o equipamento VTMe, que faz parte da “família” ECOTELinterconnect, é um modelo gateway para redução de custos de ligações da rede fixa para a rede móvel. “Através de uma ligação pelo telefone da rede fixa para um celular, é que se paga-se a interconexão entre as operadoras de rede fixa e as operadoras de rede celular. A aplicação do gateway VTMe, da Vierling, funciona da seguinte maneira: as ligações que são feitas do PABX do cliente, em vez de finalizadas na rede fixa, são roteadas para terminação nas redes GSM disponíveis, economizando a tarifa de interconexão”, explica.

O equipamento pode ser configurado a partir de quatro canais GSM (linhas celulares simultâneas) e até 32 canais GSM. Um equipamento na configuração máxima (32 canais com 2, 4 ou 8 SIM-Cards por canal) ocupa 4 unidades de altura (17,7 cm) em um bastidor de 19 polegadas com duas antenas externas instaladas (Omnidirecionais ou Yagi), o que representa uma grande economia de espaço. O VTMe utiliza módulos GSM e não aparelhos celulares GSM, o que permite uma gama de características funcionais como call-back para conexão ao PABX da empresa, beneficiando tarifas DDD e DDI coorporativas para funcionários em mobilidade.

Baixo custo no call center

De uma maneira prática, Lamster exemplifica: “Onde já tem o equipamento complementar na Europa, as empresas puderam constatar uma redução de 50% a 70% do custo rentável. Por exemplo, se a cada minuto uma empresa economiza cerca de 2 a 3 centavos por ligação, imagine como seria o lucro dela com 2 a 3 milhões de chamadas”. Segundo ele, a T-Services e Vierling já implantaram alguns equipamentos que estão em fase de testes em algumas empresas de call center no Brasil.


Atualmente, a economia na telefonia fixa e móvel é um fator importante para amenizar custos nas empresas. Por este motivo é que o mercado de TI está cada vez mais acirrado e as multinacionais estão apostando em novas tecnologias ágeis e de menor custo. Os produtos da Vierling, por exemplo, foram especialmente desenvolvidos com esta finalidade, envolvendo desde uma linha fixa analógica até várias linhas RDSI, além de oferecer uma conexão de baixo custo para redes celulares. “É preciso lembrar que, principalmente, a demanda das empresas de call center é muito grande, por necessitar de equipamento que abaixe o custo de número de chamadas diárias”, disse Dietze.

Por ser um mercado amplo, a T-Services está focando-se em usuários como escritórios-móveis e empresas com equipes de trabalho externo. “Dentro de uma unidade de negócios, as empresas têm que lidar com aos clientes, parceiros, vendedores e funcionários que estão em mobilidade. Muitas vezes até recebem chamadas locais, interurbana (nacional ou internacional). Com este tipo de inteligência que estamos lançando, uma série de aplicações para o dia-a-dia da empresa estará melhorando a comunicação”, garante Lamster.


Outras vantagens

Nos negócios corporativos, o produto da ECOTELinterconnect é facilmente conectado a infra-estrutura de TI (computador) para transmitir e receber mensagens SMS, que podem ser transmitidas em grandes quantidades aos vários receptores com a ajuda da interface de usuário do aplicativo de e-mail utilizado. Outro fator positivo, é que esta solução ainda possibilita emitir uma única mensagem para muitas pessoas ao mesmo tempo, como por exemplo, aos representantes ou clientes da organização.

Com uma duração média de dois segundos de transmissão por SMS e uma rack ECOTELinterconnect provisionado com 56 canais GSM, é possível conseguir uma taxa média de transmissão de 1.680 SMS por minuto (100.000 SMS por hora). “Serve como continuidade de negócios, se caso tenha um problema emergencial, como extensão de serviços que precise estar conectado às empresas”, diz Lamster.