Desafios como estratégia de melhora

0
3



As empresas que estimulam seus profissionais com novos desafios estão no caminho certo, de acordo com uma pesquisa da Page Personnel. O estudo mostra que os profissionais com até 30 anos trabalham mais e melhor quando são desafiados. “Os desafios apresentados em um ambiente organizacional podem gerar uma série de conseqüências na evolução de um profissional, que podem ser positivas ou negativas”, afirma Danilo Castro, diretor executivo da empresa.

 

No entanto, a forma como o profissional encara a situação também influencia. “Se o profissional escolher sair de sua zona de conforto e buscar desenvolvimento em todos os novos aspectos relacionados a esses desafios, se adaptando às mudanças e buscando as melhores estratégias para solucionar possíveis problemas, as chances de que ele se motive e busque aprender cada vez mais são ainda maiores”, completa o executivo. 

 

Os projetos e desafios capazes de desenvolver cada um profissionalmente são os fatores que mais motivam os trabalhadores, alcançando 42,2% das respostas. A paixão pelo trabalho realizado foi escolhida por 21,6% dos profissionais entrevistados como o motivo de maior realização no trabalho. “Quando a pessoa trabalha com algo pela qual não se interessa, há grande chance desse trabalho não ser realizado com a qualidade necessária, o que causa impactos negativos para os resultados da companhia”, afirma Castro.

 

Ser desafiado pelo chefe por críticas construtivas e trabalhar em um ambiente competitivo são duas opções que não foram selecionadas por nenhum dos entrevistados como motivo de estímulo no ambiente de trabalho. Segundo Danilo Castro, a nova geração “leva a qualidade de vida muito em conta quando avalia seu dia a dia de trabalho e o ambiente corporativo conta muito nesse aspecto”.