E quando o líder se ausenta?

0
1


A trama de “Superman – O Retorno” é muito simples e ao mesmo tempo, muito significativa. Após passar cinco longos anos procurando pelas ruínas de seu planeta natal no espaço, o nosso herói retorna a Terra. Para seu pesar, descobre que o mundo passou a acreditar que não precisa mais de um protetor. Chamou-me a atenção de que o filme fornece uma perfeita analogia para uma situação por mim encontrada algumas vezes em minhas atividades como consultor. Refiro-me as empresas em que o ´líder´, por um motivo ou por outro, se ausenta emocionalmente, gerando conseqüências muitas das vezes dramáticas para a organização.

Muitas vezes o distanciamento do ´líder´ se deve – assim como no filme – a uma ligação excessiva ao passado, a maneiras de se ver ou de se fazer as coisas que já não funcionam mais. O apego a modelos e fórmulas ultrapassadas, que é muitas vezes associado a uma dificuldade ou incapacidade de lidar com o novo, leva a um distanciamento gradual, porém nitidamente perceptível, da liderança em relação à realidade do negócio como também em relação aos colaboradores, particularmente aqueles colaboradores que se encontram mais próximos à assim chamada “Linha de Frente”, e que, por isto mesmo, não podem ignorar facilmente as mudanças ocorrendo a sua volta.

Um outro ponto muito interessante – que também é perfeitamente ilustrado pelo filme – é a questão da liderança paralela. Muitas vezes, quando o ´líder´ se ausenta, outro busca assumir o seu lugar. Esta coexistência de duas lideranças distintas dentro de uma mesma organização pode ser – e muitas vezes o é – desastrosa. No filme, ouvimos o personagem Lex Luthor dizer que: “dois objetos não podem ocupar o mesmo lugar ao mesmo tempo.” Em liderança, também acontece assim: o conflito gerado pela existência de dois pólos de liderança termina por corroer a identidade da corporação, comprometendo a sua produtividade.

Ou seja, trata-se, sem dúvida, de um filme interessantíssimo para todos aqueles que apreciam o tema liderança e um entretenimento para todas as idades.

Tadeu Alvarenga é sócio-diretor da Alves & Alvarenga Consultoria em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas. ([email protected])