EDS mantêm estratégia de 2003 para esse ano

0
1

Assim como no ano passado, quando investiu na nova diretoria de CRM no Brasil e fortaleceu o modelo gerencial e as práticas de qualidade bem como a gestão do portfolio e estratégia de CRM, a EDS quer a partir dessas apostas continuar com o crescimento. Em 2003 a empresa cresceu 27%, e a expectativa para esse ano é de apresentar crescimento de 10% a 15%, “isso se não houver nenhuma oscilação no processo da estruturação macro-econômica do país”, ressalva Maria Thereza Pavani, BPO – diretora de call centers da EDS.
“Para 2004, prevemos fortalecer o posicionamento da EDS nas principais indústrias de seu foco; intensificar os meios de qualidade e práticas de CRM nos serviços prestados; valorizar os recursos internos e iniciar o processo de certificação da qualidade”, explica a diretora. Outro nicho a se explorado pela empresa é as práticas de BPO através do aumento da terceirização dos processos. Com essas medidas, Maria Thereza Pavano espera o fortalecimento da EDS como um dos principais players de CRM do mercado, e o estabelecimento de parcerias onde a empresa possa agregar substancial valor aos negócios de seus clientes.