Embratel vai operar serviços para o PT

0
9


A Embratel está oferecendo dois serviços sob medida para as próximas eleições: Televoto e Telepesquisa, que integram a Plataforma de Atendimento Automático da Embratel (PAA). E o primeiro cliente a contratá-lo foi o Partido dos Trabalhadores (PT), que utilizará o 0800 708 50 13 para divulgar as propostas do candidato Luiz Inácio Lula da Silva sobre temas como educação, segurança, emprego, saúde, ciência e tecnologia, assim como pedir colaboração aos simpatizantes para a campanha eleitoral.


Ao ligar para o 0800, o eleitor será atendido por uma Plataforma de Atendimento Automático (PAA), com capacidade de comunicação virtual de 630 mil minutos por hora, pela qual a Embratel pode receber e registrar milhares de chamadas por hora em ligações de um minuto. “Foi essa grande capacidade de atender ligações simultâneas da PAA da Embratel que nos fez optar pela operadora”, disse Marcus Flora, coordenador de campanha do PT para a área de pesquisa eleitoral.


Com os serviços de Televoto e Telepesquisa da PAA, ao utilizar os números 0800 ou 0300 da Embratel, partidos políticos, institutos de pesquisa, agências de marketing político, emissoras de TV e rádio, jornais, revistas e empresas poderão interagir com o seu público-alvo e ouvir dele sua preferência ou seu palpite para as eleições. São mais de dez mil troncos telefônicos disponíveis para este serviço. A modalidade Televoto, por exemplo, permite que, por meio da simples discagem de um número, o povo informe sua opção de voto ou dê seu palpite sobre quem vai ganhar as eleições.


Ao utilizar o serviço, as empresas disponíveis relatórios que informam desde o número total de ligações até a relação completa de todos os telefones que ligaram, a duração, o dia e a hora das chamadas. A modalidade Telepesquisa permite a realização de pesquisas instantâneas, o que possibilita às empresas conhecerem rapidamente a tendência do público. Um candidato, por exemplo, pode preparar melhor a sua campanha se souber qual é o serviço mais deficiente ou mais necessário, na opinião dos seus eleitores.