Empresas de informática condenam pregão para software

0
1

Após o anúncio do Governo Federal de que irá publicar uma portaria determinando que todas as compras com dinheiro da União sejam realizadas por meio de pregão eletrônico, empresas de informática de todo o país querem que o setor de software não esteja incluído na medida. Para o presidente do Sindicato das Empresas de Informática de Florianópolis (SEPD), Carlos Augusto de Matos, software não pode ser comprado pelo Executivo apenas utilizando o critério de preço. “A qualificação técnica das empresas e de seus desenvolvedores deve ser levada em conta quando o governo quiser comprar um programa de computador e não apenas se a solução é mais barata”, aponta Matos. Em âmbito nacional, a Fenainfo (Federação Nacional das Empresas de Informática) está junto aos ministérios pleiteando a ressalva na portaria que deve ser publicada na próxima semana.