Expansão local com abrangência nacional

0
1



Fundada na cidade de Campinas, a 90 quilômetros da capital paulista, a Motiva Contact Center primou pela pujança regional e as instâncias ligadas à tecnologia de ponta ao escolher o local para se instalar. “A região metropolitana de Campinas é um celeiro de incubadoras e empresas capazes de oferecer soluções eficientes para o setor de callcenter, além de fomentar continuamente a qualificação profissional”, diagnostica Fábio Bisacchi, vice-presidente da companhia.

 

O negócio deu certo e a Motiva expandiu a atuação, inaugurando outros dois sites na mesma cidade e chegando a 2 mil posições de atendimento. No entanto, a localização não é um fator limitante para a atuação da empresa, que mantém abrangência nacional, de acordo com Bisacchi. “É importante frisar que apesar de Campinas não ser uma capital, a cidade está inserida num dos maiores centros urbanos tecnológicos da América Latina, razão pela qual a qualificação de sua mão de obra é bastante diferenciada em relação a outros centros considerados de médio ou pequeno porte”, garante o executivo.

 

Essa mão de obra está em falta tanto em grandes quanto em pequenos centros, em razão do acelerado processo de crescimento do setor de contact center, na avaliação do VP da Motiva. “O crescimento acelerado do setor provoca inevitável descompasso entre as vagas que são disponibilizadas e o montante de mão de obra preparada para ocupá-las”, diz Bisacchi, indicando que o caminho ideal para essa qualificação, e consequente suprimento da demanda das empresas, é investir em instituições de ensino profissionalizante e em programas de recrutamento e seleção.