Funcesp adota CRM da Plusoft

0
14


A Fundação CESP – fundo de pensão fechado de previdência complementar, responsável por administrar planos de previdência e saúde para 15 grandes empresas do setor de energia elétrica de São Paulo- fez uso da tecnologia para colocar em prática o planejamento estratégico, iniciado em 2001. A equipe de TI empenhou-se em atualizar a infra-estrutura tecnológica e implementar soluções capazes de melhorar a qualidade do atendimento ao cliente, ganhando em agilidade e transparência.

Para isso a fundação adotou a solução de gerenciamento do relacionamento com o cliente (CRM) e a de Ouvidoria desenvolvidas pela Plusoft, em parceria com todo o time de TI e de usuários. O CRM atende a central da FunCESP em São Paulo, uma loja em Bauru e outra em Campinas. “Estamos muito satisfeitos com a Plusoft e o nível de retorno da tecnologia, que nunca apresentou problema de integração com nosso legado e Portal. A solução da Plusoft oferece segurança e confiabilidade”, diz Magali Bernal, gerente de TI da FunCESP.

A executiva também destaca o nível de satisfação do usuário. Por meio da solução de BI da Plusoft (Plusinfo), por exemplo, a FunCESP consegue obter dados estatísticos, além de modelar o tipo de pesquisa de acordo com a necessidade da área. “A última medição, realizada em 2005, resultou num índice de 85 pontos (entre 0 e 100) na satisfação com os serviços prestados pela Fundação”, pondera.

Hoje, os sistemas de CRM e Ouvidoria da Plusoft estão totalmente integrados ao portal corporativo da FunCESP, que utiliza Websphere e opera tanto em Linux quanto em Windows. O acesso para o portal é via browser. Basta digitar o CPF do usuário e a senha, que o acesso é efetuado diretamente no Banco Real, no caso de empréstimos, e na Xerox, para as segundas vias de documentos, de acordo com o respectivo perfil do usuário. Todas as informações relevantes inseridas ou alteradas são registradas automaticamente no sistema de CRM.

Com toda essa infra-estrutura em pleno funcionamento, contribuindo para os processos do negócio, o próximo passo neste ano, segundo Magali, é investir em um plano de contingência e continuidade do negócio. “Todos os projetos estão voltados para a promoção da nossa visão, que é sermos referência em gestão de planos de previdência complementar e de assistência à saúde, proporcionando resultados, serviços e informações com alta qualidade”, explica.