GVT antecipa metas estipuladas pela Anatel

0
11

A GVT, operadora de telefonia fixa para nove estados e o Distrito Federal, antecipa as metas de abrangência estipuladas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), para 2002. Com a responsabilidade de disponibilizar um volume de 630 mil terminais telefônicos até dezembro em 54 cidades, a empresa já concluiu mais de 90% da infra-estrutura nessas localidades.

Em 29 cidades, a empresa já está operando e chega a outras 25 até dezembro. Ao final deste ano, a rede da operadora terá 6.500 quilômetros de fibra óptica e cobre e 200 Estações Rádio-Base (ERBs) espalhadas pela Região II, que corresponde aos estados do Sul, Centro-Oeste e parte do Norte do País.

Com a antecipação, a empresa busca tornar-se uma prestadora de serviços completa para os moradores da sua área de atuação. Além de ligações de longa distância intra-regional, através do código 25, da oferta de produtos relacionados à transmissão de voz, dados e Internet para clientes residenciais e corporativos, a GVT pretende oferecer alternativa em ligações de longa distância para qualquer localidade do país ou do mundo.

A solicitação da licença à Anatel já foi realizada e a expectativa é que a autorização aconteça até dezembro, viabilizando a oferta do serviço ainda no primeiro trimestre do ano que vem. “Este leque completo de serviços de telecomunicações garante a consolidação da empresa dentro da sua área de atuação”, afirma o presidente da empresa, Marcio Kaiser.