Investimentos da Algar Tech em adequação à LGPD somarão R$ 20 mi 

Embora 100% aderente à lei, empresa segue na busca por melhores práticas e novas tecnologias

0
51
Riemann Cesar, CIO da Algar Tech
Riemann Cesar, CIO da Algar Tech

Até o fim de 2021, a Algar Tech terá investido um total de R$ 20 milhões na busca pela adoção das melhores práticas e tecnologias dentro da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). A companhia, que está adequada à lei desde que ela entrou em vigor (em setembro de 2020), iniciou esse projeto interno em 2018, e começou a implantação a partir de 2019, de forma evolutiva. No total, já foram investidos R$ 10 milhões, sendo 80% desse valor destinados para infraestrutura, licenças e soluções, e 20% para contratação de equipe especializada e realização de treinamentos. Com foco na inovação e no aprimoramento contínuo, outros R$ 10 milhões estão programados para este ano, voltados principalmente para a evolução tecnológica.

Com o apoio de uma consultoria especializada e de um escritório de advogados, foram realizadas transformações em todas as camadas da empresa. As ações incluíram mudanças na contratação junto ao RH, avaliações de fornecedores para checar a aderência à nova legislação, alterações em processo e políticas, e adequações de arquitetura e tecnologia, possibilitando assim a privacidade prevista na Lei. “Pela natureza da nossa atuação, a proximidade com nossos clientes também foi fundamental, uma vez que foram feitas revisões contratuais, novas delimitações de papéis e responsabilidades, e definições de outras formas de fluxos de atendimento para garantir o máximo rigor no cumprimento dos direitos dos titulares dos dados. Outro ponto crucial nessa jornada foi investir na capacitação de 100% dos nossos associados, como chamamos internamente os colaboradores, uma vez que a compreensão e o engajamento são indispensáveis para o sucesso do projeto”, explica Riemann Cesar, diretor de TI (CIO) da Algar Tech.