Lançamento otimiza tráfego de voz

0
1

A Extreme Networks, Inc., irá apresentar uma nova solução para redes convergentes, que segundo a empresa, redefine totalmente o conceito de tráfego de voz e dados em redes corporativas. Trata-se de uma arquitetura de comunicação, em duas camadas, combinada com a nova plataforma de switch AspenÔ que, pela primeira vez, será mostrada no Brasil. O lançamento garante, para as bordas da rede, o mesmo nível de desempenho para tráfego de voz antes disponível apenas no “core” (núcleo). A arquitetura de duas camadas da Extreme Networks permite que as empresas criem uma rede convergente aberta, capaz de acomodar facilmente novas aplicações, como voz com qualidade comercial.
Segundo Leonardo Bon, diretor geral da Extreme Networks Brasil, o lançamento favorece principalmente às estratégias de redes mais inovadoras, que começam a ganhar corpo no mercado mundial. “Com a expansão cada vez maior de telefonia IP, conectividade wireless e de outras aplicações nas empresas, os departamentos de TI se vêem obrigados a reavaliar o projeto de suas redes com tecnologias como esta”, avalia o executivo. Embora as novas redes que vêm sendo adotadas já ofereçam às empresas inúmeros benefícios que as permitam competir no mercado, suas equipes de TI precisam garantir que a rede continue oferecendo conexões contínuas e de alta qualidade com a máxima segurança e praticidade.
“Os novos componentes da infra-estrutura da rede deixaram de ser apenas elementos de suporte ao tráfego de voz para realmente oferecere! m este tráfego como um requisito natural,” afirmou Abner Germanow, diretor de pesquisas do IDC. “Para se poder usufruir das vantagens das aplicações de voz e de outras aplicações convergentes é necessário ampliar as expectativas e requisitos da infra-estrutura da rede, para que se possa alcançar um alto nível de disponibilidade, latência e segurança.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSaba contrata duas executivas
Próximo artigoArinso aposta em outsourcing