Ministro Jaques recebe setor em Brasilia

0
2

Representantes do setor se reuniram sexta-feira com o ministro do Trabalho Jaques Wagner, em Brasília. Ao fim da audiência, Wagner prometeu empenho em mostrar a importância e representatividade do setor às áreas econômicas do governo federal. “O ministro foi sensível ao papel do setor na geração de empregos no país”, analisa Topázio Silveira Neto, presidente da Associação Brasileira de Telemarketing (ABT), uma das entidades que se reuniu com Wagner em Brasília. Silveira Neto destaca que o contact center gera no Brasil, atualmente, cerca de 500 mil postos de trabalho.

O setor se mobilizou diante das novas regras do Cofins, que teve sua alíquota aumentada. Para as empresas de contact center, a eliminação do “efeito cascata” praticamente não trará alívio, já que o segmento não repassa custos para outras etapas da cadeia produtiva. “O impacto efetivo do Cofins passará de 3% para 5,96% – um aumento real de 98,67% – o que deverá inviabilizar muitos negócios, levando em conta que a folha de pagamentos representa, em média, 69% de nossos custos. Para empresas fortemente focadas no atendimento aos ramos financeiro, editorial e de telecomunicações, o aumento pode ser superior a 7,5%”, diz Silveira Neto.